Porto Alegre, segunda-feira, 27 de abril de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre, segunda-feira, 27 de abril de 2020.

Galeria de imagens

Enchentes causam deslizamentos e deixam desaparecidos no Quênia

Em consequência das fortes chuvas registradas nos últimos dias, a população do Quênia, na África, tem enfrentado enchentes em diversas regiões do país. Segundo publicou o Vatican News (portal de notícias do Vaticano) na sexta-feira (25), mais de 400 residências foram afetadas pelas condições climáticas no país africano. Os condados Elgeyo-Marakwet, West Pokot, Bungoma, Homabay e Kisumu registraram enchentes. Na vila de Jarirot, mais de 50 pessoas foram atingidas pelas águas do Rio Tana (foto), que superou suas margens e transbordou na sexta-feira. O jornal Al Jazeera reporta que um deslizamento no oeste do país também deixou pelo menos 22 pessoas desaparecidas. Um total de 12 quenianos foram mortos e diversas casas e estabelecimentos comerciais desmoronaram. O desastre ocorreu na área onde foi registrado outro deslizamento, há apenas cinco meses. 
 

FOTO CRUZ VERMELHA DO QUÊNIA/DIVULGAÇÃO/JC