Porto Alegre, quarta-feira, 15 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Nova campanha contra racismo no futebol entra em campo no Rio Grande do Sul

Um anova campanha contra preconceitos, como o racismo, e a violência no futebol entrou em campo no Rio Grande do Sul. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) buscou a Polícia Civil, o Ministério Público Estadual e a Ordem dos Advogados do Brasil/RS para dar a largada na iniciativa "Juntos contra a violência e o preconceito". A ação, apresentada nessa terça-feira (14), reforçará o combate aos crimes nos estádios e incentivará que os casos sejam denunciados. Em 2019, a campanha do Observatório da Discriminação Racial no Futebol, criado por gaúchos, #ChegadePreconceito, teve adeptos como Bahia, Grêmio e Inter. A dupla Grenal criou ações próprias. O "Juntos" tem dois significados: "sozinha a Federação não conseguiria atingir o fim desejado e a sociedade precisa se engajar", diz o presidente da FGF, Luciano Hocsman, com a chefe da Polícia Civil, Nadine Anflor, João Derly (secretário de Esporte), Ricardo Breier (presidente OAB/RS), a procuradora-geral do MP em exercício, Jacqueline Rozenfeld, deputado Ernani Polo (AL) e Fernando Kozenieski (Alopra) (foto).
 

FOTO SERGIO TRENTINI/OAB-RS/DIVULGAÇÃO/JC
15/01/2020 - 00h32min