Porto Alegre, terça-feira, 03 de setembro de 2019.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Arqueólogos ainda buscam vestígios após um ano do incêndio no Museu Nacional

Um ano depois do incêndio que devastou o Museu Nacional no Rio de Janeiro, arqueólogos continuam trabalhando na busca de vestígios do fogo que assolou o maior museu de história natural do Brasil. É o caso de Pedro Von Seehausen (foto), arqueólogo do museu e que segue procurando peças e materiais no meio dos escombros. Localizado na zona Norte do Rio, o museu completou 200 anos de existência em 2018, e possuía um acervo com mais de 20 milhões de itens. O local tinha três andares, e segundo laudo da Polícia Federal, as causas do incêndio estariam atreladas a um problema no ar-condicionado no auditório térreo.
 

FOTO Agência Brasil/ Fernando Frazão/JC