Porto Alegre, quinta-feira, 21 de março de 2019.
Dia contra a Discriminação Racial.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Marta é aplaudida de pé na ONU em discurso por igualdade de gênero no esporte

O brasileiro tem orgulho de dizer que a jogadora da seleção feminina de futebol Marta pertence ao país. E não é para menos: a craque foi eleita seis vezes a melhor jogadora do mundo. Não bastasse a relevância esportiva, Marta também atua como embaixadora da Organização das Nações Unidas (ONU). Em cerimônia organizada pelo COI (Comitê Olímpico Internacional) na sede das Nações Unidas, a jogadora foi aplaudida de pé durante discurso, que ressaltou o esporte como uma ferramenta na conquista da igualdade de gênero. Emocionada, ela lembrou no seu discurso a origem humilde, em Alagoas, e as dificuldades pelas quais passou. Ressaltou também as vezes em que a discriminação e a ausência de chances a incomodaram. "Doeu quando os meninos não me deixaram jogar, doeu quando treinadores adultos de times adversários me tiraram de campeonatos porque eu era uma menina", disse.
 

FOTO Greg Martin/IOC/JC