Porto Alegre, quinta-feira, 17 de janeiro de 2019.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

A indiazinha e o procurador: cena marcou desfecho de protesto em Porto Alegre

Uma cena marcou o protesto dos movimentos de indígenas e quilombolas em Porto Alegre para alertar sobre os impactos das mudanças já colocadas em prática pelo governo Bolsonaro, como transferir atribuições e responsabilidade da Fundação Nacional do Índio (Funai). Um dos momentos mais emocionantes do ato, nessa quarta-feira (16), a foi quando uma indiazinha entregou um dos documentos das reivindicações diretamente ao procurador do Ministério Público Federal (MPF) Pedro Nicolau Moura Sacco. Os manifestantes e demais interlocutores do próprio órgão federal pararam para acompanhar o gesto. Portando um cocar amarelo, a menina observou o procurador, que respondeu com um aperto de mão em meio ao saguão rodeado de indígenas e quilombolas com suas faixas de protesto e imprensa. Sacco recebeu, de forma solene, a pauta da indiazinha, que simboliza a luta de etnias e movimentos sociais.  
 

FOTO FLAVIA PEREIRA/ESPECIAL/JC
17/01/2019 - 13h09min