Porto Alegre, sexta-feira, 09 de novembro de 2018.
Dia do Hoteleiro.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Teatro Carlos Urbim lota para ouvir ensinamentos de monja Coen

"Presença única" foi o conceito trabalhado pela Monja Coen em sua atividade na 64ª Feira do Livro de Porto Alegre, que completou a primeira semana na Praça da Alfândega, nesta quinta-feira (8). O Teatro Carlos Urbim lotou com admiradores de Coen, que falou sobre tolerância, respeito e equilíbrio na noite desta quinta. Logo na abertura, para acalmar a plateia, a monja convidou o público para acompanhá-la em uma atividade de "respiração consciente". Ela pôs as mãos em forma de elipse quase oval, ergueu-se e passou a inspirar e a expirar calmamente. Coen abriu sua palestra com críticas ao discurso de ódio. Com humor sarcástico, a monja rebateu o preconceito racial e a discriminação de gênero. Ao final da palestra, ressaltou que "devemos aprender com nosso karma, com nossas ações e reações, renegando o regresso".
 

FOTO MARIANA CARLESSO/JC
08/11/2018 - 21h00min