Porto Alegre, segunda-feira, 03 de setembro de 2018.
Feriado nos EUA - Dia do Trabalho.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Incêndio consome Museu Nacional do Rio de Janeiro e destrói acervo de 200 anos

Um incêndio que começou por volta das 19h30min e entrou noite adentro destruiu o Museu Nacional, o mais antigo do Brasil. O sinistro consumiu acervos inteiros e as exposições que estavam em duas áreas da frente do prédio principal. O espaço é subordinado à UFRJ e vem passando por dificuldades geradas pelo corte no orçamento para manutenção. A instituição está instalada em um palacete imperial do Rio de Janeiro e completou em junho 200 anos - foi fundada por Dom João VI em 6 de junho de 1818. Desde 2014 o museu não recebe a verba de R$ 520 mil anuais que bancavam sua manutenção e já dava sinais visíveis de má conservação, como paredes descascadas e fios elétricos expostos. Seu acervo abrigava mais de 20 milhões de itens de perfil acadêmico e científico, com coleções focadas em paleontologia, antropologia e etnologia.
 

FOTO CARL DE SOUZA/AFP/JC
03/09/2018 - 09h32min