Porto Alegre, segunda-feira, 09 de julho de 2018.
Feriado em São Paulo - Revolução Constitucionalista.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Cadeira jogada no arroio Dilúvio retrata descaso da população

Uma poltrona repousando sobre o arroio Dilúvio, em Porto Alegre, é um símbolo do descaso com que os moradores da cidade tratam um dos seus mais importantes cursos de água. O arroio corta uma das principais avenidas da Capital, a Ipiranga, e sofre com o lixo que chega ao seu leito. O móvel pôde ser avistado por quem passava pela avenida na tarde do sábado (7). A cadeira se equilibrava em um dos degraus, como são chamados os pontos que se formam no trajeto devido à maior declividade. O ponto em que o mobiliário estaqueou fica no cruzamento da Ipiranga com a avenida Lucas de Oliveira. Recentemente, a dragagem do arroio foi retomada pela prefeitura, após quase um ano e meio de interrupção, resultando em mais de 80 toneladas de resíduos (terra e muito lixo, como dezenas de pneus). O trabalho só começou, e os maus exemplos continuam a gerar imagens tristes como a da cadeira.
 

FOTO /PATRÍCIA COMUNELLO /ESPECIAL/JC
08/07/2018 - 22h46min