Porto Alegre, quinta-feira, 21 de junho de 2018.
Dia do Mídia. Início do Inverno.

Jornal do Comércio

Galeria de imagens

Decreto assinado por Trump não liberta 2,3 mil crianças separadas da família

Uma ordem executiva assinada na quarta-feira (20) pelo presidente norte-americano Donald Trump busca impedir a separação familiar em caso de imigração ilegal para os Estados Unidos. O texto assinado declara que é política da administração "manter a unidade familiar", mas a medida, no entanto, não muda a situação de cerca de 2,3 mil crianças já separadas dos pais detidos na fronteira por entrada ilegal no país, visto que servirá apenas para novos casos. Entre esse grande número de crianças há 49 brasileiras que ainda não tem seus futuros definidos. O novo decreto defende que seja feita a retirada de crianças de abrigos e que elas sejam enviadas para amigos, parentes ou voluntários. A decisão do presidente americano de rever a política utilizada até então foi tomada depois de aliados políticos questionarem a separação.
 

FOTO WIN MCNAMEE/GETTY IMAGES/AFP/JC
21/06/2018 - 22h07min