Porto Alegre, sexta-feira, 27 de maio de 2022.
Dia Mundial dos Meios de Comunicação.
Porto Alegre,
sexta-feira, 27 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 27/05/2022 às 17h41min.

FIA estende prazo para Lewis Hamilton retirar piercing do nariz

Em entrevista, Hamilton afirmou  que estão dedicando tempo demais para esse assunto

Em entrevista, Hamilton afirmou que estão dedicando tempo demais para esse assunto


SEBASTIEN BOZON/AFP/JC
O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, terá um prazo maior para retirar o piercing em seu nariz. A Federação Internacional do Automobilismo (FIA) decidiu estender o prazo para o piloto da Mercedes se adequar à regra que proíbe o uso de joias em corridas.
O heptacampeão mundial de Fórmula 1, Lewis Hamilton, terá um prazo maior para retirar o piercing em seu nariz. A Federação Internacional do Automobilismo (FIA) decidiu estender o prazo para o piloto da Mercedes se adequar à regra que proíbe o uso de joias em corridas.
Em principio, Hamilton teria até o Grande Prêmio de Mônaco, disputado neste fim de semana, para remover o piercing. Agora, o britânico terá até o começo de julho. Dessa forma, além de Mônaco, o piloto poderá correr no Azerbaijão e no Canadá com o acessório.
A proibição do uso de joias em corridas foi criada em 2004, mas reforçada em abril deste ano por Niels Wittich, diretor de prova da Fórmula 1. A medida, porém, incomodou alguns pilotos. Hamilton ameaçou não disputar o GP de Miami, já Sebastian Vettel vestiu uma cueca por cima do macacão.
"Honestamente, sinto que estamos dedicando tempo e energia demais nisso. Já falei tudo o que sinto que precisava dizer. Tirei os brincos toda vez que entrei no carro. A proibição surgiu em 2005, e todos nós usamos joias durante toda nossa carreira e isso nunca foi um problema no passado. Não há razão para que seja um problema agora", disse Hamilton nesta semana, já em Mônaco.
Já a FIA justifica que "a presença de joias pode retardar, devido ao risco de 'enroscar', a remoção emergencial de equipamentos de segurança do motorista, como capacete, balaclava e macacão. No caso em que imagens médicas são necessárias para informar o diagnóstico após um acidente, a presença de joias no corpo pode causar complicações e atrasos significativos".
Polemicas à parte, Hamilton foi o 12º no segundo treino livre do GP de Mônaco, realizado na tarde desta sexta-feira (27). O terceiro treino livre acontece neste sábado(28), às 8h, e a classificação será às 11h. O GP de Mônaco terá início às 10h de domingo (29).
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO