Porto Alegre, sábado, 21 de maio de 2022.
Dia Mundial do Desenvolvimento Cultural.
Porto Alegre,
sábado, 21 de maio de 2022.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Ginástica Artística

- Publicada em 21/05/2022 às 17h57min.

Rebeca Andrade e Andreza de Lima levam ouro nas primeiras finais do Troféu Brasil

Agência Estado
Agência Estado
As cinco primeiras finais do Troféu Brasil de Ginástica Artística aconteceram na manhã deste sábado (21) em Porto Alegre. No masculino, Diogo Soares ganhou medalha de ouro no solo, Francisco Barretto ficou em primeiro lugar no cavalo com alças e Gabriel Barbosa foi o campeão nas argolas, que tiveram domínio do Minas Tênis Clube. Nas disputas do feminino, Andreza de Lima ficou com o ouro no salto e Rebeca Andrade foi a vencedora nas paralelas assimétricas.
Valendo medalha no solo masculino, Diogo Soares brilhou e conseguiu nota de 13,733, garantindo o ouro na primeira modalidade do dia. A prata ficou com Patrick Correa (13,367) e o bronze foi do mineiro Gabriel Barbosa (13,233). Fora do pódio, Arthur Zanetti (13,167) ficou em quarto.
A segunda modalidade do masculino foi o cavalo com alças. Simultaneamente, iniciando as disputas no feminino com o salto, que terminou com ouro de Andreza de Lima. A jovem gaúcha conquistou média de 12,833 e ficou com o título. Beatriz dos Santos, com nota de 12,450, ficou com a prata. Gleyce Rodrigues foi bronze, com nota de 12,383.
No cavalo com alças, o medalhista olímpico Arthur Nory ficou com a quarta melhor nota. O ouro foi para o paulista Francisco Barretto, com nota de 13,167. A prata ficou empatada por Diogo Soarez e Caio Souza, ambos tiveram nota de 12,633 e dividiram o mesmo lugar no pódio.
Uma das favoritas, a medalhista olímpica Rebeca Andrade brilhou nas paralelas assimétricas e ganhou o ouro com uma nota muito acima das adversárias, 14,600. Jade Barbosa, medalhista em dois Mundiais, garantiu a prata, 12,833. O bronze foi para Carolyne Pedro, 11,833.
Fechando as disputas do dia com as argolas masculinas, o Minas Tênis Clube emplacou uma trinca no pódio. Gabriel Barbosa garantiu o ouro em uma disputa acirrada com Gustavo Pereira, que ficou com a prata. Gabriel teve nota de 13,567 e Gustavo de 13,467. O bronze da modalidade foi para Caio Souza, com nota de 13,267.
As finais continuam com disputas neste domingo (22). No feminino, haverá as disputas trave e solo, enquanto os homens disputam medalhas no salto, barras paralelas e barra fixa. As competições começam às 10h, em Porto Alegre.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO