Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes

- Publicada em 07 de Janeiro de 2022 às 18:08

Djokovic agradece apoio após ser barrado na Austrália por não se vacinar contra a Covid

Julgamento que dirá se ele poderá entrar no país ou se será deportado ocorrerá na segunda-feira (10)

Julgamento que dirá se ele poderá entrar no país ou se será deportado ocorrerá na segunda-feira (10)


GREG WOOD/AFP/JC
O sérvio Novak Djokovic, barrado de entrar na Austrália por não cumprir com os requisitos sanitários de acesso ao país, publicou nesta sexta-feira (7) uma mensagem de agradecimento aos fãs pelas manifestações de apoio que tem recebido.
O sérvio Novak Djokovic, barrado de entrar na Austrália por não cumprir com os requisitos sanitários de acesso ao país, publicou nesta sexta-feira (7) uma mensagem de agradecimento aos fãs pelas manifestações de apoio que tem recebido.
O tenista, número 1 do mundo e atual campeão do Australian Open, utilizou os Stories do Instagram para agradecer o suporte. "Obrigado às pessoas de todo o mundo pelo apoio contínuo. Posso senti-lo e ele é muito apreciado", afirmou Djokovic.
O sérvio possui 9,8 milhões de seguidores no Instagram. Sua última foto na rede social, publicada há três dias, mostra o atleta com a bagagem que levou à Austrália para a disputa do Australian Open. A imagem é acompanhada por uma mensagem de "Feliz Ano Novo".
Atualmente, o tenista está com o seu visto cancelado e detido num hotel de quarentena em Melbourne, onde deve permanecer até segunda-feira (10), data marcada para o julgamento que determinará se ele poderá entrar no país ou se será deportado.
O Grand Slam australiano, vencido pelo sérvio nove vezes, começa na próxima semana, com os classificatórios. As chaves principais terão início no dia 17.
Conteúdo Publicitário
Leia também
Comentários CORRIGIR TEXTO