Porto Alegre, sexta-feira, 19 de novembro de 2021.
Dia da Bandeira.
Porto Alegre,
sexta-feira, 19 de novembro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Basquete

- Publicada em 19/11/2021 às 18h46min.

NBA: Brasileiro Didi Louzada recebe suspensão de 25 jogos por doping

Didi foi recrutado pelo Atlanta Hawks e logo trocado para o New Orleans Pelicans no draft de 2019

Didi foi recrutado pelo Atlanta Hawks e logo trocado para o New Orleans Pelicans no draft de 2019


COOPER NEILL/NBAE VIA GETTY IMAGES/AFP/DIVULGAÇÃO/JC
Didi Louzada, ala brasileiro que atua no New Orleans Pelicans, foi suspenso por 25 jogos da temporada 2021/22 da NBA nesta sexta-feira (19). Ele violou a política antidrogas da liga americana de basquete. Segundo comunicado da NBA, o atleta de 22 anos teve um teste antidoping positivo para drostanolona e testosterona, substâncias proibidas por sua ação anabólica.
Didi Louzada, ala brasileiro que atua no New Orleans Pelicans, foi suspenso por 25 jogos da temporada 2021/22 da NBA nesta sexta-feira (19). Ele violou a política antidrogas da liga americana de basquete. Segundo comunicado da NBA, o atleta de 22 anos teve um teste antidoping positivo para drostanolona e testosterona, substâncias proibidas por sua ação anabólica.
"Quando eu estava no Brasil, durante as férias, consultei uma nutricionista que me recomendou algumas vitaminas e suplementos. Por ela ter um histórico de trabalho com atletas profissionais, nunca imaginaria que pudesse haver alguma substância proibida ou qualquer tipo de contaminação", afirmou o jogador em nota divulgada por sua assessoria de imprensa.
"Assim que soube do resultado do teste, colaborei com a liga e o sindicato para entendermos exatamente o que aconteceu. Nunca faria uso intencionalmente de qualquer coisa que viole as regras da NBA. Assumo minha responsabilidade nesta situação, lamento profundamente que isso tenha acontecido e peço desculpas ao meu time, meus companheiros e aos fãs do Pelicans por esse erro", completou.
O atleta brasileiro foi recrutado pelo Atlanta Hawks e logo trocado com o time de New Orleans no draft de 2019. Em seguida passou dois anos cedido ao Sydney Kings, da Austrália, para ganhar experiência. No fim da temporada 2020/21 da NBA, ele voltou aos EUA a tempo de disputar três partidas e teve seu contrato renovado por quatro temporadas.
Na atual edição da liga, o ala atuou em 2 dos 16 jogos do time e passou pouco tempo em quadra (sete minutos no total). Além dele, o Brasil tem apenas mais um jogador em ação na NBA, o armador Raulzinho, do Washington Wizards.
Durante os 25 jogos de suspensão, Didi não receberá pagamentos de sua equipe. A primeira partida da punição será na noite desta sexta, contra o Los Angeles Clippers. O New Orleans Pelicans é o penúltimo colocado da Conferência Oeste, com 14 derrotas e 2 vitórias até agora.
/Folhapress
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO