Porto Alegre, terça-feira, 05 de outubro de 2021.
Dia Nacional da Micro e Pequena Empresa. Feriado nos estados do Amapá, Roraima e Tocantins.
Porto Alegre,
terça-feira, 05 de outubro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Gaúcho

- Publicada em 05/10/2021 às 09h33min.

São Paulo-RS rescinde contrato com atleta que saiu de campo preso após agredir juiz

Árbitro Rodrigo Crivellaro deixou gramado de ambulância após agressão do jogador William Ribeiro

Árbitro Rodrigo Crivellaro deixou gramado de ambulância após agressão do jogador William Ribeiro


TWITTER/REPRODUÇÃO/JC
Uma cena que chocou o futebol brasileiro aconteceu em um jogo da Série A2 do Campeonato Gaúcho de futebol, também conhecida como Divisão de Acesso ou segundona gaúcha. O jogador William Ribeiro, do São Paulo, de Rio Grande, agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante o segundo tempo da partida contra o Guarani, de Vacaria.
Uma cena que chocou o futebol brasileiro aconteceu em um jogo da Série A2 do Campeonato Gaúcho de futebol, também conhecida como Divisão de Acesso ou segundona gaúcha. O jogador William Ribeiro, do São Paulo, de Rio Grande, agrediu o árbitro Rodrigo Crivellaro durante o segundo tempo da partida contra o Guarani, de Vacaria.
Por volta dos 15 minutos da etapa complementar, o jogador deu um soco no árbitro, que foi ao chão e, caído, recebeu um chute na região da cabeça. Rodrigo Crivellaro chegou a ficar desacordado após a agressão e precisou deixar o jogo de ambulância para ser levado ao hospital. Na manhã desta terça-feira (5), o árbitro recebeu alta.
Já o atleta William Ribeiro deixou a partida em uma viatura e foi levado diretamente para a delegacia. O jogador será indiciado por tentativa de homicídio. O São Paulo de Rio Grande veio a público imediatamente após o episódio manifestar-se reprovando a atitude do membro da equipe.
O clube informou que o contrato do atleta será rescindido. A atitude ocorreu justamente do dia em que o São Paulo comemorava seus 113 anos. “No exato dia em que toda a família rubro-verde reuniu-se para comemorar mais um aniversário, nosso clube se deparou com um dos episódios mais tristes de sua história, uma fatídica cena que chocou todas as pessoas que amam não só o futebol gaúcho, mas todas aquelas que simplesmente amam o esporte” afirma nota veiculada nas redes oficiais do time.
“Todos nós em absoluto, toda a nossa nação rubro-verde, pedimos todas as desculpas do mundo ao profissional agredido e sua família. O contrato com o atleta agressor será sumariamente rescindido. Ademais, todas as medidas possíveis e legais em relação ao fato serão tomadas”, ainda diz o texto.
A Federação Gaúcha de Futebol (FGF), também via pronunciamento oficial, “lamenta a agressão (...), no Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires, pela 12ª rodada do Gauchão Série A2 e deseja pronta recuperação a Rodrigo Crivellaro. O Tribunal de Justiça Desportiva - TJD-RS irá averiguar os fatos e tratar das respectivas sanções”.
A partida foi suspensa no ato. A FGF agendou para o jogo ter continuidade às 15h30 desta terça-feira (5). No momento em que o jogo foi interrompido, por volta dos 15 minutos da etapa final, o Guarani vencia o São Paulo por 1 a 0.
Conteúdo Publicitário
Comentários CORRIGIR TEXTO