Porto Alegre, quinta-feira, 22 de julho de 2021.
Porto Alegre,
quinta-feira, 22 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tóquio 2020

- Publicada em 10h28min, 22/07/2021.

Delegação do Brasil terá só três representantes na cerimônia de abertura da Olimpíada

Cerimônia tem previsão de público de 1000 espectadores

Cerimônia tem previsão de público de 1000 espectadores


CHARLY TRIBALLEAU/AFP/JC
O Brasil terá apenas três representantes na cerimônia de abertura da Olimpíada, nesta sexta-feira (23), às 8h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Tóquio. Estarão presentes o chefe da missão Marco La Porta, vice-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), e a judoca Ketleyn Quadros e o jogador de vôlei Bruninho, porta-bandeiras da delegação.
O Brasil terá apenas três representantes na cerimônia de abertura da Olimpíada, nesta sexta-feira (23), às 8h (de Brasília), no Estádio Olímpico de Tóquio. Estarão presentes o chefe da missão Marco La Porta, vice-presidente do Comitê Olímpico do Brasil (COB), e a judoca Ketleyn Quadros e o jogador de vôlei Bruninho, porta-bandeiras da delegação.
Nem mesmo o presidente do comitê, Paulo Wanderley, irá ao estádio. O COB entende que a restrição é necessária para evitar o risco de contaminação pelo coronavírus. Ainda por causa da pandemia de Covid-19, não haverá presença de público e o estádio será aberto somente para convidados. Há uma estimativa de que a cerimônia reunirá até mil pessoas.
Ketleyn obteve a medalha de bronze nos Jogos de Pequim-2008, e o levantador Bruninho tem uma medalha de ouro (Rio-2016) e duas de prata (Londres-2012 e Pequim-2008).
Folhapress
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário