Porto Alegre, segunda-feira, 17 de maio de 2021.
Dia Internacional contra a Homofobia. Dia Mundial da Internet.
Porto Alegre,
segunda-feira, 17 de maio de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Coronavírus

- Publicada em 18h00min, 17/05/2021.

Atlético-MG aceita oferta da Conmebol e delegação será vacinada no Paraguai

No início do mês, o Atlético-GO foi o primeiro clube brasileiro a ser vacinado contra a Covid-19

No início do mês, o Atlético-GO foi o primeiro clube brasileiro a ser vacinado contra a Covid-19


CONMEBOL/REPRODUÇÃO/JC
Vinicius Alves
O Atlético-MG anunciou que aceitou a oferta da Conmebol para vacinar a delegação que estará no Paraguai para enfrentar o Cerro Porteño, nesta quarta-feira (19), pela 5ª rodada do grupo H da Copa da Libertadores da América.
O Atlético-MG anunciou que aceitou a oferta da Conmebol para vacinar a delegação que estará no Paraguai para enfrentar o Cerro Porteño, nesta quarta-feira (19), pela 5ª rodada do grupo H da Copa da Libertadores da América.
O clube se beneficiou da legislação Paraguai que permite que empresas privadas, como a Conmebol, apliquem os imunizantes. No caso do Brasil, as doses teriam que ser repassadas ao Sistema Único de Saúde (SUS).
A ação faz parte da iniciativa da entidade de vacinar jogadores, membros da comissão técnica e demais integrantes das delegações que participam de seus torneios internacionais, como Libertadores e Copa Sul-Americana. As vacinas foram doadas pela empresa farmacêutica chinesa Sinovac.
No início do mês, o Atlético-GO foi o primeiro clube brasileiro a ser vacinado contra a Covid-19. A imunização do clube também ocorreu no Paraguai. Outras três equipes colombianas já foram vacinadas no país sul-americano: Atlético Nacional, Santa Fé e La Equidad.
A nota oficial do clube:
“O Clube Atlético Mineiro informa que aceitou a oferta da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) para vacinar a delegação que estará no Paraguai, nesta quarta-feira, (19), onde enfrentará o Cerro Porteño, pela Copa Libertadores da América.
O presidente do Atlético, Sérgio Coelho, conversou com o secretário-geral da CBF, Walter Feldman, sobre a importância da vacinação diante das recorrentes viagens na disputa de uma competição internacional como a Libertadores. Feldman não apenas anuiu, como estimulou a aceitação das vacinas por parte do Clube mineiro.
“As vacinas são exclusivamente destinadas aos clubes que disputam as competições da Conmebol”, afirma o presidente do Galo, Sérgio Coelho. “Não há motivo para não aproveitar esta oportunidade”.
O protocolo da vacinação foi alinhado pelo diretor médico do Atlético, dr. Rodrigo Lasmar, com o coordenador médico da CBF, dr. Jorge Pagura.”
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário