Porto Alegre, domingo, 25 de julho de 2021.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .
Porto Alegre,
domingo, 25 de julho de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Olimpíadas

- Publicada em 10h27min, 02/05/2021. Atualizada em 18h48min, 25/07/2021.

Conheça as cinco modalidades que estrearão nas Olimpíadas de Tóquio

Olimpíadas de Tóquio têm início previsto para o dia 23 de julho e término para 8 de agosto

Olimpíadas de Tóquio têm início previsto para o dia 23 de julho e término para 8 de agosto


CHARLY TRIBALLEAU/AFP/JC
Vinicius Alves
As Olimpíadas de Tóquio têm início previsto para o dia 23 de julho e término para 8 de agosto. Além de não contar com o público presente em estádios, ginásios e arenas, outra novidade nas competições será a estreia de cinco novas modalidades: Beisebol/Softbol, Caratê, Escalada, Skate e Surfe.
As Olimpíadas de Tóquio têm início previsto para o dia 23 de julho e término para 8 de agosto. Além de não contar com o público presente em estádios, ginásios e arenas, outra novidade nas competições será a estreia de cinco novas modalidades: Beisebol/Softbol, Caratê, Escalada, Skate e Surfe.

Conheça um pouco mais das novas modalidades: 

Beisebol/Softbol

Beisebol para os homens e Softbol para as mulheres. Assim estão previstas as competições para Tóquio.
Embora tenham regras semelhantes, ambos os esportes possuem características específicas. As principais diferenças entre os dois são as dimensões do campo e da bola (no Softbol a bola é maior e o campo menor), a duração do jogo (são 7 entradas no Softbol e 9 no Beisebol) e a forma de lançar a bola (no Softbol tem de ser feito por baixo).
As duas modalidades já haviam feito parte das Olimpíadas entre Barcelona (1992) e Pequim (2008), ficando de fora em Londres (2012) e no Rio de Janeiro (2016). Em 2021, serão seis países disputando cada torneio. O Brasil não conseguiu se classificar para nenhuma das modalidades.

Caratê

A arte marcial de origem japonesa é uma das mais praticadas no mundo. Em Tóquio, serão duas modalidades: Kumite e Kata.
O kumite é a luta propriamente dita. Serão três categorias de peso para o masculino (até 67kg, –75kg e +75kg) e outras três para o feminino (até 55kg, –61kg e +61kg).
O kata é a simulação de um combate – nesse caso, a técnica dos lutadores é avaliada, não há uma luta física como no kumite.
O Brasil ainda não tem nenhum representante confirmado para a modalidade. O Brasileiro Vinicius Figueira chegou a estar classificado, mas a Federação Internacional de Caratê (WKF) voltou atrás da decisão e reabriu o processo de classificação. Figueira segue com chances. Além dele, outros seis brasileiros disputarão ainda o pré-olímpico que será realizado em Paris no mês de junho.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/04/27/206x137/1_vinicius_figueira-9303897.jpeg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'6088879c2f1da', 'cd_midia':9303897, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/04/27/vinicius_figueira-9303897.jpeg', 'ds_midia': 'Vinicius Figueira', 'ds_midia_credi': 'ABELARDO MENDES JR/REDE DO ESPORTE/DIVULGAÇÃO/JC', 'ds_midia_titlo': 'Vinicius Figueira', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '532', 'align': 'Left'}
Após estar classificado aos jogos, Federação voltou atrás e Vinicius Figueira terá que lutar novamente por uma vaga. Foto: Abelardo Mendes Jr/Rede do Esporte/Divulgação
Estão na briga: Valéria Kumizaki (até 55kg), Stephani de Lima (–61kg), Brenda Padilha (+61kg), Douglas Brose (-75kg), Filipe Medeiros (+75kg) Nicole Mota (kata feminino) e Dyun Kimura (kata masculino).

Escalada

Em Tóquio a escalada será disputada em três modalidades:
  • Boulder, não utiliza cordas e é realizada em paredes de 5m de altura;
  • Velocidade, escalada num mesmo lugar ganhando o primeiro que chegar no topo;
  • Lead, ganha o competidor que chegar ao lugar mais alto no percurso.
Os competidores, tanto no masculino como no feminino, terão que obrigatoriamente disputar cada uma das três provas e aquele que se sair melhor na classificação geral será o vencedor. O Brasil não tem nenhum competidor classificado. 

Skate

O esporte será disputado em duas modalidades: Street (skate de rua) e Park (une os obstáculos e um bowl – pista de skate comumente vista como uma “piscina”). Cada país poderá ter até três competidores em cada modalidade e categoria (feminino e masculino), chegando a um total de 12 representantes.
O Brasil é visto como uma potência no esporte e tem boas chances de conquistar medalhas. No último campeonato mundial realizado em São Paulo, em 2019, as brasileiras Pamela Rosa e Rayssa Leal ficaram nas duas primeiras posições da modalidade street feminino.
Já na categoria masculina, o brasileiro Kelvin Hoefler ficou em quarto lugar. Na modalidade park, os brasileiros Luiz Francisco e Pedro Quintas ficaram com a segunda e terceira posição no mundial.
{'nm_midia_inter_thumb1':'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/04/27/206x137/1_rayssa_leal_e_pamela_rosa-9303884.jpg', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'608884eddff68', 'cd_midia':9303884, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/jpg/2021/04/27/rayssa_leal_e_pamela_rosa-9303884.jpg', 'ds_midia': 'Rayssa Leal e Pamela Rosa', 'ds_midia_credi': 'Julio Detefon/CBSK/Divulgação', 'ds_midia_titlo': 'Rayssa Leal e Pamela Rosa', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '800', 'cd_midia_h': '533', 'align': 'Left'}
Rayssa Leal e Pamela Rosa conquistaram os dois primeiros lugares no Mundial de Street feminino em 2019. Foto: Julio Detefon/CBSK
As vagas para as Olimpíadas serão decididas em competições de cada modalidade. Contando pontos para o ranking, a primeira competição será entre 17 e 23 de maio, nos Estados Unidos. Os competidores que estiverem entre os vinte melhores do ranking de cada modalidade, tanto masculino como feminino, com limite de três por país, estarão classificados aos Jogos.
Já no final de maio, está marcado o mundial de Street, na Roma, que dará vaga direta aos skatistas que forem pódio nessas competições. O mundial de Park, que não havia local definido, foi cancelado na terça-feira (27) pela World Skate. Para essa modalidade, as chances de vaga estão todas concentradas na competição que acontece nos Estados Unidos.

Surfe

O surfe é uma das modalidades que mais tem ganhado espaço no mundo, sobretudo no Brasil, que já conta com nomes conhecidos no cenário mundial do esporte. Em Tóquio, a modalidade será disputada na praia de Tsurigasaki, na cidade de Ichinomiya, a cerca de 100km do Estádio Olímpico de Tóquio.
O Brasil terá quatro representantes: No masculino, Ítalo Ferreira e Gabriel Medina, campeões mundiais em 2019 e 2018, respectivamente, e no feminino, Tatiana Weston-Webb e Silvana Lima.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário