Porto Alegre, sábado, 24 de abril de 2021.
Dia do Agente de Viagem. Dia Internacional do Jovem Trabalhador.
Porto Alegre,
sábado, 24 de abril de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 23h38min, 24/04/2021. Atualizada em 23h47min, 24/04/2021.

Inter se impõe, faz 5 a 0 no Esportivo e pega Juventude na semifinal

De pênalti, Yuri Alberto marcou um dos gols na goleada deste sábado (24) no Beira-Rio

De pênalti, Yuri Alberto marcou um dos gols na goleada deste sábado (24) no Beira-Rio


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Em sua melhor atuação desde a chegada de Miguel Ángel Ramirez, o Inter não tomou conhecimento do Esportivo e aplicou categóricos 5 a 0, em partida disputada neste sábado (24) no Beira-Rio. O placar não foi suficiente para dar ao Colorado a liderança da fase classificatória do Gauchão, já que o Grêmio venceu o Ypiranga em Erechim, mas deu sinais positivos para a evolução do trabalho do treinador espanhol.
Em sua melhor atuação desde a chegada de Miguel Ángel Ramirez, o Inter não tomou conhecimento do Esportivo e aplicou categóricos 5 a 0, em partida disputada neste sábado (24) no Beira-Rio. O placar não foi suficiente para dar ao Colorado a liderança da fase classificatória do Gauchão, já que o Grêmio venceu o Ypiranga em Erechim, mas deu sinais positivos para a evolução do trabalho do treinador espanhol.
Nas semifinais, o time da Capital encara o Juventude, que bateu o Brasil-Pel no Alfredo Jaconi por 2 a 1. Para o Esportivo, o resultado foi trágico: com a goleada, a equipe de Bento Gonçalves acabou na penúltima posição, com 9 pontos, e está rebaixada para a Divisão de Acesso.
O jogo foi unilateral. Durante praticamente todos os 90 minutos, os donos da casa controlaram as ações, quase sem deixar que a equipe visitante visse a cor da bola. Logo aos 4 mins, o Colorado abriu o placar. Em cruzamento de Rodinei, Zé Gabriel cabeceou firme, sem chances para Anderson. O controle era total, e o segundo viria aos 32 da primeira etapa. Após arrancada pela direita, Yuri Alberto achou Nonato dentro da área, que mandou a bomba para ampliar.
Em um primeiro tempo de respeito, ainda deu tempo para o Inter fazer o terceiro. Rodinei sofreu pênalti, e Yuri Alberto cobrou forte. Anderson ainda tocou na bola, mas não foi suficiente: 3 a 0 para a camisa vermelha.
A superioridade colorada seguiu inalterada na volta dos vestiários. Diante de um Esportivo inerte, a goleada se consolidou aos 15 mins: em cobrança de falta de Rodinei, Dourado subiu mais alto e cabeceou forte para marcar o quarto. Depois de duas assistências, chegou a hora de Rodinei fazer o dele. Acionado por trás da zaga adversária, o lateral-direito surgiu livre para fazer o quinto, aos 21 mins. No finalzinho, Matheus Santana ainda teve a chance do gol de honra para o Esportivo, mas Daniel fez boa defesa.
INTER (5) - Daniel; Rodinei, Pedro Henrique, Zé Gabriel (Rodrigo Dourado) e Leo Borges; Rodrigo Lindoso, Nonato (Johnny), Praxedes (Lucas Ramos), Patrick e Palacios (Marcos Guilherme); Yuri Alberto (Thiago Galhardo). Técnico: Miguel Ángel Ramírez.
ESPORTIVO (0) - Anderson; Itaqui, Júnior Alves, Daniel Dumas e Michael (Daniel Cruz); Lucas Hulk, Mateus Santana (Lucas Serafini) e Juninho Tardelli; Vini Martins (Emerson), William (Samuel) e Warlei. Técnico: Gustavo Papa.
Árbitro: Jonathan Benkenstein Pinheiro.
Caxias conquista vaga nos últimos minutos
Nos demais jogos, a maior emoção aconteceu na Boca do Lobo. Lutando para não cair, o Pelotas vencia até os 38 mins da etapa final, gol de Wendel Lomar ainda no primeiro tempo – mas Giovane Gomez, de cabeça, fez o 1 a 1 que garantiu o Caxias na semifinal. O time grená pega o Grêmio, enquanto o Lobão acabou rebaixado.
Mesmo iniciando a rodada fora do grupo dos classificados, o Juventude acabou conquistando a vaga de forma tranquila, com uma segura vitória de 2 a 1 sobre o Brasil-Pel. Wescley e Cleberson fizeram para o time de Caxias do Sul, com Bruno Paraíba descontando para o Xavante.
Campeão gaúcho em 2017, o Novo Hamburgo salvou-se do rebaixamento no último momento: mesmo perdendo em casa para o São José por 3 a 1, foi salvo pelas derrotas de Esportivo e Pelotas e safou-se no saldo de gols. Encerrando a rodada, São Luiz e Aimoré ficaram no 0 a 0, placar que deu ao time de Ijuí a vaga na Série D do Brasileirão.
Comentários CORRIGIR TEXTO
Conteúdo Publicitário