Porto Alegre, quinta-feira, 07 de janeiro de 2021.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 07 de janeiro de 2021.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 17h14min, 06/01/2021. Atualizada em 10h40min, 07/01/2021.

Vettel festeja ida para Aston Martin e se empolga com motor Mercedes

 Aos 33 anos, Vettel deixou a Ferrari e usará pela primeira vez um motor Mercedes

Aos 33 anos, Vettel deixou a Ferrari e usará pela primeira vez um motor Mercedes


MIGUEL MEDINA/AFP PHOTO/JC
Tetracampeão mundial da Fórmula 1 entre os anos de 2010 e 2013 com a Red Bull, o alemão Sebastian Vettel terá um novo ciclo na categoria em 2021. Depois de sete temporadas de pouco brilho na Ferrari, o piloto de 33 anos se transferiu para a Aston Martin, novo nome da Racing Point, e se mostrou muito animado e empolgado com o desafio que tem pela frente.
Tetracampeão mundial da Fórmula 1 entre os anos de 2010 e 2013 com a Red Bull, o alemão Sebastian Vettel terá um novo ciclo na categoria em 2021. Depois de sete temporadas de pouco brilho na Ferrari, o piloto de 33 anos se transferiu para a Aston Martin, novo nome da Racing Point, e se mostrou muito animado e empolgado com o desafio que tem pela frente.
"Estou muito ansioso para o novo desafio. Mal vejo a hora de começar", afirmou Vettel, que já conquistou 53 vitórias na Fórmula 1. "Não quero sentir falta deles (colegas na Ferrari), mas sou uma pessoa que prefere olhar sempre para a frente".
Pela primeira vez em sua carreira, Vettel estará no grid da Fórmula 1 com um motor Mercedes, a unidade de potência que domina a categoria desde que o motor híbrido V6 entrou em operação. O alemão não escondeu a animação com a oportunidade. "Claro, estou muito animado para ver como é", disse.
O piloto tem dado ao seu carro um nome de mulher há anos e isso provavelmente não será diferente agora que vai correr pela Aston Martin. "Acho que vou fazer isso de novo. Já tenho uma ideia. De qualquer forma, tem que ser um nome que se encaixe com a Aston Martin", comentou.
O que fica, depois de tudo o que vivenciou na Ferrari, sobretudo nos dois últimos anos, é a confiança de que dias melhores estão por vir. "No momento, claro, há muitos rostos novos, mas tenho certeza que vai dar certo. Você sempre tem de se abrir para coisas novas", finalizou Vettel.
Comentários CORRIGIR TEXTO