Porto Alegre, domingo, 27 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 27 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 11h01min, 27/12/2020.

Flamengo empata com Fortaleza em retorno de Rogério Ceni ao Castelão

Fortaleza e Flamengo empataram, sem gols, neste sábado, no Castelão, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi marcado pelo retorno de Rogério Ceni ao Castelão pela primeira vez após deixar o Fortaleza. O técnico foi recepcionado com carinho por diversos jogadores e membros da comissão técnica e, assim que chegou, conferiu o gramado.
Fortaleza e Flamengo empataram, sem gols, neste sábado, no Castelão, em partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo foi marcado pelo retorno de Rogério Ceni ao Castelão pela primeira vez após deixar o Fortaleza. O técnico foi recepcionado com carinho por diversos jogadores e membros da comissão técnica e, assim que chegou, conferiu o gramado.
O empate mantém o Flamengo no terceiro lugar, com 49 pontos, mesma quantidade do vice-líder, sendo, contudo, superado pelo Atlético-MG em número de vitórias. O time carioca desperdiçou a chance de colar no líder São Paulo, que, com 53 pontos, joga ainda neste sábado. O resultado, combinado com a derrota do Sport para o Goiás, deixa o Fortaleza na 14ª posição na tabela, com 31 pontos.
No Castelão, o primeiro tempo foi lento, com as duas equipes em pé de igualdade, o que refletiu mal na equipe carioca. O Fortaleza apostou na defesa bem fechada, a fim de parar o poderoso ataque do Flamengo. Conseguiu.
A equipe carioca mostrou-se incapaz de encontrar espaços na defesa do Fortaleza, que buscava apresentar contra-ataque nas oportunidades que tinha, sem, no entanto, ter velocidade para oferecer risco ao adversário. Logo nos primeiros minutos, em falta contra Romarinho, Isla recebeu cartão amarelo.
O lance de maior perigo para a equipe cearense veio aos 13 minutos, com lançamento preciso de Gerson, recebido por Renê e encaminhado a Bruno Henrique, que chutou diretamente em Paulão e não entrou. Logo a seguir, Isla quase recebeu seu segundo cartão amarelo, ao realizar outra falta em Romarinho. Ficou por isso mesmo.
Aos 38, Pedro fez boa jogada, com chapéu em Jackson dentro da área e levou puxão, sendo marcada a penalidade máxima. O polêmico pênalti restou como momento mais emocionante da partida, com cobrança mediana de Pedro, que escorregou no momento do chute. A bola entrou, mas o gol foi invalidado pelo árbitro, que anotou dois toques do atacante do Flamengo na bola.
A desconfiança de Ceni em relação ao gramado se confirmou, tornando-se uníssona a crítica dos jogadores do time carioca, ao afirmar que a grama não estava molhada e isso atrasava as jogadas do time. De qualquer forma, tudo igual no Castelão quando chegou o intervalo.
Já na segunda etapa um Flamengo mais agressivo e veloz entrou em campo, entretanto, ainda não condizente com sua posição na tabela e superioridade técnica. A emoção do jogo era crescente conforme o tempo passava, com um Fortaleza lutando para manter-se distante da zona de rebaixamento. Já a equipe rubro-negra careceu em entregar a qualidade que o colocou na briga pelo título brasileiro de 2020, apresentando muita posse de bola porém pouca criatividade nas jogadas.
A cobrança de falta realizada por Jackson, diretamente para o gol, deu ao Fortaleza a grande chance do segundo tempo. Exigiu esforço do goleiro Hugo, que fez bela defesa e espalmou a bola para longe das redes.
FICHA TÉCNICA:
FORTALEZA 0 x 0 FLAMENGO
FORTALEZA - Felipe Alves; Gabriel Dias (Mariano Vázquez), Paulão, Jackson e Carlinhos; Felipe, Ronald (Derley), Tinga, João Paulo (Osvaldo) e Romarinho (Bergson); David (Wellington Paulista). Técnico: Marcelo Chamusca.
FLAMENGO - Hugo Souza; Isla (João Lucas), Rodrigo Caio, Natan e Renê; Willian Arão (Diego), Gerson, Everton Ribeiro (Vitinho) e Arrascaeta (Pepê); Bruno Henrique e Pedro. Técnico: Rogério Ceni.
CARTÕES AMARELOS - Isla, Renê e Vitinho (Flamengo); Jackson, Carlinhos e Ronald (Fortaleza).
ÁRBITRO - Rafael Traci.
RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.
LOCAL - Arena Castelão, em Fortaleza (CE).
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO