Porto Alegre, domingo, 27 de dezembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
domingo, 27 de dezembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

- Publicada em 10h52min, 27/12/2020.

São Paulo derrota Fluminense e abre 7 pontos na liderança do Brasileirão

Brenner marcou dois gols, e já registra 22 na temporada

Brenner marcou dois gols, e já registra 22 na temporada


RUBENS CHIRI/SAOPAULOFC.NET/DIVULGAÇÃO/JC
O São Paulo entrou em campo para encarar o Fluminense já ciente que o Flamengo tinha empatado com o Fortaleza e o Atlético-MG ganhado do Coritiba. Era a chance de o time paulista abrir sete pontos na liderança do Campeonato Brasileiro, e foi isso que aconteceu na noite deste sábado: vitória por 2 a 1, no Maracanã, com dois gols de Brenner.
O São Paulo entrou em campo para encarar o Fluminense já ciente que o Flamengo tinha empatado com o Fortaleza e o Atlético-MG ganhado do Coritiba. Era a chance de o time paulista abrir sete pontos na liderança do Campeonato Brasileiro, e foi isso que aconteceu na noite deste sábado: vitória por 2 a 1, no Maracanã, com dois gols de Brenner.
O Flamengo ainda tem um jogo a menos e enfrentará o São Paulo na última rodada, no Morumbi, mas a vantagem obtida pela equipe de Fernando Diniz é muito boa. Tem 56 pontos, contra 49 do Atlético-MG. Restam mais 11 rodadas para o fim do campeonato, e o São Paulo fica cada vez mais perto de encerrar o jejum de títulos e conquistar o hepta brasileiro. O Flu, por sua vez, soma 40 pontos e figura no sétimo lugar.
O São Paulo dominou o início da partida no Maracanã. Com boas trocas de passes, o time envolveu o Fluminense e abriu o placar aos 14 minutos, quando Reinaldo cruzou e Brenner aproveitou. O atacante, que esteve emprestado ao Fluminense em 2019, tem 22 gols marcados nesta temporada, sendo cinco no Maracanã.
"Aqui é um templo sagrado do futebol brasileiro, fico feliz de marcar, meu pai é fã do Maracanã, e aqui cada vez mais me sinto melhor. Estou feliz pelo gol", disse o artilheiro são-paulino, de 20 anos. O Maracanã é o segundo estádio onde Brenner mais balançou as redes, atrás apenas do Morumbi.
O São Paulo chegava com facilidade à área adversária no primeiro tempo, mas cansou de desperdiçar contra-ataques e não caprichou nas finalizações. O Fluminense, por sua vez, pouco assustava, sem mostrar poder de reação.
Na etapa final, porém, o time carioca voltou mais atento. E Fred aproveitou erro de Gabriel Sara na saída de bola para empatar a partida, aos seis minutos. O gol deu ânimo ao Fluminense, que passou a pressionar o São Paulo em busca da virada.
Talvez até pelo desgaste causado pela maratona de jogos do Brasileirão e da Copa do Brasil, já que Diniz tem escalado força máxima em todos os compromissos, o São Paulo caiu de rendimento no segundo tempo. À beira do campo, Fernando Diniz começou a gritar ainda mais com seus jogadores. Sem sucesso. A saída, então, foi mexer no sistema ofensivo, com a entrada de Vitor Bueno e Pablo.
Aos poucos, o São Paulo retomou o controle da partida. Foram duas boas chegadas ao ataque até marcar o segundo gol. Aos 26, Reinaldo enfiou boa bola para Sara, que cruzou de primeira. Brenner tentou a primeira e parou em Marcos Felipe, mas Pablo pegou o rebote e a bola sobrou para o artilheiro balançar a rede novamente.
O Fluminense, que não vence há três partidas sob o comando de Marcão, desperdiçou outra chance de entrar no G-6 do Brasileirão e ainda poderá perder a sétima colocação para o Santos neste domingo. A equipe até teve boa chance de empatar já nos minutos finais, mas Caio Paulista mandou para fora.
FICHA TÉCNICA:
FLUMINENSE 1 x 2 SÃO PAULO
FLUMINENSE - Marcos Felipe; Calegari, Nino, Matheus Ferraz e Danilo Barcelos; Yuri (Miguel), Yago Felipe e Michel Araújo (Felippe Cardoso); Wellington Silva (Caio Paulista), Marcos Paulo (Lucca) e Fred. Técnico: Marcão.
SÃO PAULO - Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Rodrigo Nestor), Daniel Alves, Gabriel Sara (Toró) e Igor Gomes (Vitor Bueno); Luciano (Pablo) e Brenner (Hernanes). Técnico: Fernando Diniz.
GOLS - Brenner, aos 14 minutos do primeiro tempo. Fred, aos 6, e Brenner, aos 26 minutos do segundo tempo.
CARTÕES AMARELOS - Yuri, Luan, Nino e Danilo Barcelos.
ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).
RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.
LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).
 
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO