Porto Alegre, terça-feira, 24 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 24 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Brasileiro

- Publicada em 19h43min, 24/11/2020.

Oito dias após alta, Cuca aguarda exames para definir seu retorno ao Santos

Cardiopata, Cuca tem dificuldade em recuperar a respiração depois de algum movimento rápido ou esforço físico

Cardiopata, Cuca tem dificuldade em recuperar a respiração depois de algum movimento rápido ou esforço físico


IVAN STORTI/SANTOS FC/DIVULGAÇÃO/JC
Diagnosticado com Covid-19 no dia 7, o técnico Cuca, do Santos, passou nove dias internado em um hospital de São Paulo, onde chegou a ser transferido para a unidade semi-intensiva, e recebeu alta no dia 16. Desde então, recebeu a orientação dos médicos de ficar em repouso por 10 dias em sua casa, em Curitiba, e agora aguarda com ansiedade a realização de exames nesta semana para poder definir uma data para o seu retorno ao trabalho no CT Rei Pelé, em Santos.
Diagnosticado com Covid-19 no dia 7, o técnico Cuca, do Santos, passou nove dias internado em um hospital de São Paulo, onde chegou a ser transferido para a unidade semi-intensiva, e recebeu alta no dia 16. Desde então, recebeu a orientação dos médicos de ficar em repouso por 10 dias em sua casa, em Curitiba, e agora aguarda com ansiedade a realização de exames nesta semana para poder definir uma data para o seu retorno ao trabalho no CT Rei Pelé, em Santos.
O problema, por enquanto, é que o técnico de 57 anos ainda não está 100% recuperado do novo coronavírus. Cardiopata, Cuca tem dificuldade em recuperar a respiração depois de algum movimento rápido ou esforço físico. Os testes desta semana avaliarão os efeitos colaterais da Covid-19.
A doença atingiu em cheio a família de Cuca. Sua esposa, seu filho, seu genro, seus sogros e até o seu irmão Cuquinha, que é auxiliar no Santos, foram infectados. No domingo (22), o seu sogro faleceu por causa da Covid-19. Ele apresentou sintomas há 10 dias e não se recuperou.
Desde o afastamento de Cuquinha, na semana passada, o Santos tem sido comandado por Marcelo Fernandes, que fez sua primeira partida à frente do time na derrota por 1 a 0 para o Athletico-PR, em Curitiba, no sábado (21), pelo Campeonato Brasileiro. Outro auxiliar, Eudes, também está fora por causa do novo coronavírus, assim como o preparador físico Omar Feitosa.
Comentários CORRIGIR TEXTO