Porto Alegre, quinta-feira, 19 de novembro de 2020.
Dia da Bandeira.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 19 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Inter

- Publicada em 15h32min, 19/11/2020.

Abel isenta grupo do Inter de culpa por eliminação na Copa do Brasil: 'Mereciam sorte melhor'

Técnico disse que priorizou a experiência à tática ou à estratégia na equipe

Técnico disse que priorizou a experiência à tática ou à estratégia na equipe


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Em sua terceira partida no comando do Inter desde sua contratação na semana passada, Abel Braga conquistou a sua primeira vitória. O 1 a 0 sobre o América-MG, em Belo Horizonte, porém, não foi suficiente para garantir a classificação às semifinais da Copa do Brasil, já que o time perdeu na disputa de pênaltis por 6 a 5. O técnico isentou seu grupo pela eliminação, especialmente o atacante Thiago Galhardo e o lateral-esquerdo Uendel, que perderam suas cobranças.
Em sua terceira partida no comando do Inter desde sua contratação na semana passada, Abel Braga conquistou a sua primeira vitória. O 1 a 0 sobre o América-MG, em Belo Horizonte, porém, não foi suficiente para garantir a classificação às semifinais da Copa do Brasil, já que o time perdeu na disputa de pênaltis por 6 a 5. O técnico isentou seu grupo pela eliminação, especialmente o atacante Thiago Galhardo e o lateral-esquerdo Uendel, que perderam suas cobranças.
"O próprio Galhardo não treinou. Mas em oito pênaltis no ano, não havia perdido nenhum. A única coisa que lamento é que eles mereciam, nesse cara ou coroa, sorte melhor. Mas tivemos dignidade para perder. Faltou no menino, o Alexandre (do América-MG). Não tem que provocar. O vencedor tem que evitar esse tipo de preocupação que não leva a lugar nenhum", ressaltou Abel, lembrando da confusão ao final da disputa de pênaltis.
O técnico elogiou a entrega do grupo e disse que a equipe lutou até a última bola para sair de Belo Horizonte com a classificação - o gol da vitória, de Yuri Alberto, ocorreu no último lance do jogo, aos 50 minutos do segundo tempo. "Vi um Inter melhor na comparação com os outros jogos. Uma postura interessante, mas faltam algumas coisas. Vamos analisar jogo a jogo", destacou.
Abelão destacou a opção por um grupo mais experiente por conta da dificuldade do jogo. Avaliou que, com isso, impediria a transição rápida, característica do América-MG. "Não tem tática, não tem estratégia. Tentamos errar o mínimo possível, até colocar em campo a garotada, que conseguiu o gol de empate", frisou.
Agora o Inter volta a concentrar forças no Campeonato Brasileiro. Neste domingo (22), o time gaúcho recebe o Fluminense, às 18h15min, no estádio Beira-Rio, pela 22ª rodada.
Comentários CORRIGIR TEXTO