Porto Alegre, sábado, 07 de novembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 07 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tênis

- Publicada em 16h33min, 07/11/2020.

Zverev vence Nadal e encara Medvedev na final do Masters 1000 de Paris

O alemão Alexander Zverev derrotou o espanhol Rafael Nadal por 2 sets a 0

O alemão Alexander Zverev derrotou o espanhol Rafael Nadal por 2 sets a 0


Anne-Christine POUJOULAT / AFP
Com atuação irretocável, o alemão Alexander Zverev venceu Rafael Nadal por 2 sets a 0 neste sábado (7), parciais de 6/4 e 7/5, e avançou à final do Masters 1000 de Paris. O adversário na decisão deste domingo (8) será o russo Daniil Medvedev, que bateu o canadense Milos Raonic, também em sets diretos, por 6/4 e 7/6 (4).
Com atuação irretocável, o alemão Alexander Zverev venceu Rafael Nadal por 2 sets a 0 neste sábado (7), parciais de 6/4 e 7/5, e avançou à final do Masters 1000 de Paris. O adversário na decisão deste domingo (8) será o russo Daniil Medvedev, que bateu o canadense Milos Raonic, também em sets diretos, por 6/4 e 7/6 (4).
Dominante no saibro de Paris, onde já conquistou 13 Roland Garros, Nadal não leva a mesma sorte na quadra dura. O espanhol segue sem conquistar o Masters 1000 da capital francesa. Ao lado de Miami, são os únicos jamais vencidos pelo atual número dois do mundo.
Logo no terceiro game da partida, Zverev já mostrou a que veio. O jovem de 23 anos quebrou o serviço de Nadal sem ceder pontos. Após a quebra, mostrou muita maturidade para confirmar os serviços e fechar a parcial em 6/4. O espanhol sequer teve um break point em todo o primeiro set.
O cenário parecia o mesmo no segundo set. Novamente no terceiro game, Zverev quebrou o serviço de Nadal e caminhava a passos largos para a final em Paris. Mas o multicampeão de Roland Garros venderia caro a derrota.
Depois de salvar quatro break points quando perdia por 2/4, o espanhol foi com tudo para o game seguinte e devolveu a quebra. O equilíbrio permaneceu até o 11º game, quando Zverev foi letal ao aproveitar uma brecha no saque de Nadal e se aproximar da vitória, confirmada com parcial de 7/5. Esta foi a primeira vez que o alemão bateu o oponente em um torneio de Masters 1000, após derrotas em Indian Wells (2016), Monte Carlo (2017) e Roma (2018).
Comentários CORRIGIR TEXTO