Porto Alegre, quarta-feira, 04 de novembro de 2020.
Dia do Inventor.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 04 de novembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tênis

- Publicada em 22h13min, 04/11/2020.

Rafael Nadal conquista milésima vitória de sua carreira

Nadal se iguala a outras lendas do esporte como Jimmy Connors, Ivan Lendl e Roger Federer

Nadal se iguala a outras lendas do esporte como Jimmy Connors, Ivan Lendl e Roger Federer


FRANCK FIFE/AFP/JC
O tenista espanhol Rafael Nadal chegou à milésima vitória em simples de sua carreira profissional nesta quarta-feira (4), ao superar o compatriota Feliciano López pela segunda rodada do Masters 1.000 de Paris. Nadal, 34, venceu de virada o também veterano López, 39 anos, por 2 sets a 1 (4/6, 7/6, 6/4), e avançou às oitavas de final do último Masters da temporada.
O tenista espanhol Rafael Nadal chegou à milésima vitória em simples de sua carreira profissional nesta quarta-feira (4), ao superar o compatriota Feliciano López pela segunda rodada do Masters 1.000 de Paris. Nadal, 34, venceu de virada o também veterano López, 39 anos, por 2 sets a 1 (4/6, 7/6, 6/4), e avançou às oitavas de final do último Masters da temporada.
Curiosamente, também foi na capital francesa que o espanhol conquistou outro grande feito neste ano. Em outubro, ele venceu Roland Garros pela 13ª vez e chegou ao seu 20º título de Grand Slam, igualando o recorde de Roger Federer entre os homens. Na decisão, conseguiu seu triunfo de número 999 dominando o número 1 do mundo, Novak Djokovic.
A vitória desta quarta veio num piso bem diferente do saibro de Roland Garros. O Masters de Paris é disputado em quadra dura coberta, condição na qual Nadal costuma se sentir menos à vontade - ele nunca foi campeão desse torneio.
Outros três tenistas já chegaram a pelo menos mil vitórias em simples no circuito da ATP: o americano Jimmy Connors (1.274), o tcheco Ivan Lendl (1.068) e o suíço Roger Federer (1.242).
Comentários CORRIGIR TEXTO