Porto Alegre, sábado, 31 de outubro de 2020.
Dia das Bruxas.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 31 de outubro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 21h30min, 31/10/2020.

Inter perde para o Corinthians e pode deixar a liderança do Brasileirão

O time gaúcho não conseguiu vencer o adversário no jogo deste sábado

O time gaúcho não conseguiu vencer o adversário no jogo deste sábado


SPORT CLUB INTERNACIONAL/DIVULGAÇÃO/JC
A vitória do Corinthians sobre o Inter por 1 a 0 na Neo Química Arena teve um herói que ninguém poderia imaginar. Um garoto que fez apenas três jogos com a camisa alvinegra e muita gente nem lembrava que ele ainda estava no clube. Matheus Davó, de 21 anos, foi a surpresa da noite e responsável pelo gol que pode tirar o time gaúcho da liderança do Brasileirão e dar uma confiança ainda maior para a equipe comandada por Vagner Mancini.
A vitória do Corinthians sobre o Inter por 1 a 0 na Neo Química Arena teve um herói que ninguém poderia imaginar. Um garoto que fez apenas três jogos com a camisa alvinegra e muita gente nem lembrava que ele ainda estava no clube. Matheus Davó, de 21 anos, foi a surpresa da noite e responsável pelo gol que pode tirar o time gaúcho da liderança do Brasileirão e dar uma confiança ainda maior para a equipe comandada por Vagner Mancini.
Com o resultado, o Corinthians chega aos 24 pontos e se distancia ainda mais da zona de rebaixamento. Já o Inter se manter com 35 pontos e pode perder a liderança para o Flamengo ou Atlético-MG, que jogam domingo e segunda, respectivamente.
Após a derrota para o América-MG, na quarta-feira passada, Mancini prometeu grandes mudanças no Corinthians. E ele não estava mentindo. Após dispensar o lateral-esquerdo Sidcley, o treinador apareceu com uma surpresa ainda maior, Matheus Davó.
O atacante não jogava desde o dia 26 de julho, quando atuou por nove minutos na vitória por 2 a 0 sobre o Oeste. De lá para cá, na maioria das vezes não ficava nem no banco e foi esquecido pelos treinadores. Tiago Nunes, antecessor de Mancini, chegou a afirmar que Davó seria emprestado ou rebaixado para o time Sub-23. Mas ele ficou e Mancini chegou.
"O Mancini teve a proposta de me colocar para aproveitar o jogo rápido. Fui feliz de novo contra o Inter. Trabalhei duro no tempo em que fiquei fora e não esperava essa oportunidade. Mas ela veio e eu fico feliz por ter aproveitado", disse o garoto, ainda no intervalo, em entrevista ao Premiere. Foi um jogo contra o Inter que fez Davó se tornar conhecido. Na Copa São Paulo do ano passado, ele fez quatro gols em uma vitória do Guarani por 5 a 0 sobre o time gaúcho.
Se olhar apenas para as estatísticas, o Inter foi superior nos dois tempos. O time gaúcho teve mais a bola no pé, mas a posse de bola não se converteu em chances. O Corinthians deixava clara sua proposta de jogo. Se fechar e esperar um espaço para surpreender o líder do campeonato. Ramiro era a personificação da equipe alvinegra. Limitado tecnicamente, mas com uma disposição que chamava a atenção.
E a atenção redobrada foi premiada aos 32 minutos. Cazares pegou a bola pela direita, deu um chapéu, deixou Cuesta no chão e após linda jogada, cruzou na medida para o garoto Davó encher o pé e abrir o placar. Gol da surpresa da noite.
No segundo tempo, o Inter voltou disposto a mudar o cenário do jogo. O time gaúcho chegou a pressionar o time paulista. Mas foi o Corinthians quem chegou a marcar, com Luan, e o árbitro anulou, alegando falta no goleiro em jogada anterior. No fim, a surpresa é quem fez a diferença.
FICHA TÉCNICA
Corinthians: Cássio; Fagner, Marllon, Gil e Fábio Santos; Xavier, Ramiro (Gabriel), Éderson (Camacho) e Cazares (Luan); Otero e Matheus Davó (Léo Natel). Técnico: Vagner Mancini.
Inter: Marcelo Lomba; Heitor (Nonato), Zé Gabriel (Yuri Alberto), Victor Cuesta e Uendel (Johnny); Rodrigo Lindoso, Edenilson e Patrick; Marcos Guilherme (DAlessandro), Thiago Galhardo e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.
GOL - Matheus Davó, aos 32 do 1º Tempo.
Agência Estado
Comentários CORRIGIR TEXTO