Porto Alegre, terça-feira, 01 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Fórmula 1

- Publicada em 19h56min, 01/09/2020.

Turquia planeja 100 mil pessoas por dia na volta do país ao Mundial de Fórmula 1

Prova volta a ser disputada em Istambul após oito anos longe do circuito mundial

Prova volta a ser disputada em Istambul após oito anos longe do circuito mundial


MUSTAFA OZER/AFP PHOTO/JC
Com as mudanças no calendário de 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus, a Fórmula 1 acertou para esta temporada a volta do GP da Turquia, o que não acontece desde 2011. A prova está marcada para o dia 15 de novembro e a organização anunciou nesta terça-feira (1) um plano ousado para um retorno impactante: colocar 100 mil pessoas nas arquibancadas do Istambul Park em cada um dos três dias de atividades.
Com as mudanças no calendário de 2020 por conta da pandemia do novo coronavírus, a Fórmula 1 acertou para esta temporada a volta do GP da Turquia, o que não acontece desde 2011. A prova está marcada para o dia 15 de novembro e a organização anunciou nesta terça-feira (1) um plano ousado para um retorno impactante: colocar 100 mil pessoas nas arquibancadas do Istambul Park em cada um dos três dias de atividades.
Vural Ak, presidente executivo da Intercity, empresa que promove o GP, disse que a presença de público será permitida no circuito turco para a etapa da F-1 e ainda declarou que o local pretende utilizar metade de capacidade máxima das arquibancadas, respeitando as medidas sanitárias de combate à Covid-19.
"Precisamos estar prontos para tudo. Se a pandemia for pior do que hoje (terça-feira), então faremos a corrida sem público. Entretanto, sabemos a capacidade desta pista, com cerca de 220 mil pessoas acompanhando a corrida nas arquibancadas e gramados. No momento, por medidas sanitárias, se fecharmos alguns setores, cerca de 100 mil espectadores conseguem assistir a prova seguindo o distanciamento social", declarou Ak.
De acordo com a universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, referência mundial no rastreamento de casos de Covid-19, a Turquia registrou 270.133 casos, com 6.370 mortes até o final de agosto.
Os ingressos para o evento terão preços a partir de R$ 20,00 por dia ou R$ 60,00 para os três dias do evento. Apesar do circuito não receber a Fórmula 1 desde 2011, o promotor afirmou que a condição da pista ainda está dentro do padrão da Federação Internacional de Automobilismo (FIA).
Por conta da pandemia, a F-1 não teve público nas sete primeiras etapas da temporada. O GP da Itália, neste fim de semana, também não vai ter espectadores nas arquibancadas em Monza. Já o GP da Toscana, que será disputado no próximo dia 13 de setembro no circuito de Mugello, deve receber 3 mil pessoas, enquanto que a etapa da Rússia, em Sochi, espera ter 30 mil lugares ocupados.
Comentários CORRIGIR TEXTO