Porto Alegre, terça-feira, 01 de setembro de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 01 de setembro de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Tênis

- Publicada em 20h07min, 01/09/2020.

Em retorno ao circuito após 13 meses, Bia Haddad fatura duas vitórias em Portugal

Após 10 meses suspensa por doping, tenista brasileira voltou às quadras

Após 10 meses suspensa por doping, tenista brasileira voltou às quadras


CRISTIANO ANDUJAR/ABT/DIVULGAÇÃO/JC
Após 13 meses longe das quadras, Beatriz Haddad Maia enfim fez seu retorno ao circuito nesta terça-feira (1) e só teve motivos para comemorar. A principal tenista de simples do Brasil faturou duas vitórias no saibro do ITF de Montemor-O-Novo, em Portugal, em sua estreia nas chaves de simples e de duplas da competição de nível US$ 25 mil.
Após 13 meses longe das quadras, Beatriz Haddad Maia enfim fez seu retorno ao circuito nesta terça-feira (1) e só teve motivos para comemorar. A principal tenista de simples do Brasil faturou duas vitórias no saibro do ITF de Montemor-O-Novo, em Portugal, em sua estreia nas chaves de simples e de duplas da competição de nível US$ 25 mil.
Em sua primeira partida oficial desde julho do ano passado, Bia derrotou a espanhola Maria Gutierrez Carrasco pelo placar de 2 sets a 0 (6/0 e 6/3). Na segunda rodada, a ex-número 1 do País enfrentará a eslovaca Viktoria Morayova. Nas duplas, ela e a local Maria Ines Fonte superaram a também brasileira Carolina Meligeni Alves e a suíça Ylena In-Alborn por 7/5 e 6/2.
"Não esperava ter um início tão bom. Eu estava bem nervosa, sentindo muito as emoções, desde ontem (segunda-feira) e dos outros meses que eu fiquei parada", comentou Bia. A tenista cumpriu 10 meses de suspensão por doping, a contar de julho de 2019 e só pôde voltar aos treinos em maio.
O seu retorno, previsto para o mesmo mês, precisou ser adiado em razão da pandemia do novo coronavírus. Desde então, ela vinha apenas se dedicando aos treinos e a exibições, em Itajaí (SC) e São Paulo. No mês passado, chegou à Portugal para um período de treinos de duas semanas a convite do Comitê Olímpico do Brasil (COB).
A partir de agora, a brasileira terá que disputar torneios menores para se recuperar no ranking feminino. Ex-número 58 do mundo, Bia ocupa agora a 1.342ª posição, sem chances de entrar em competições maiores, como o US Open e Roland Garros, marcado para este mês.
Comentários CORRIGIR TEXTO