Porto Alegre, quarta-feira, 05 de agosto de 2020.
Dia Nacional da Saúde/ Farmácia .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quarta-feira, 05 de agosto de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Gaúcho

- Publicada em 20h41min, 04/08/2020. Atualizada em 21h11min, 05/08/2020.

Grenal 426: clássico desta quarta-feira decide finalista do returno do Gauchão

Inter tenta quebrar jejum de 8 jogos e Grêmio quer manter hegemonia

Inter tenta quebrar jejum de 8 jogos e Grêmio quer manter hegemonia


/RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC
Juliano Tatsch
Grêmio e Inter voltam a se enfrentar a partir das 21h30min desta quarta-feira (5), desta vez para definir quem será o campeão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Será o quarto duelo entre colorados e tricolores neste ano. Nos outros três, duas vitórias gremistas e um empate. Quem levantar a taça nesta noite, no clássico 426, irá encarar o Caxias, na grande decisão do Gauchão, ainda sem data definida para ocorrer.
Grêmio e Inter voltam a se enfrentar a partir das 21h30min desta quarta-feira (5), desta vez para definir quem será o campeão do segundo turno do Campeonato Gaúcho. Será o quarto duelo entre colorados e tricolores neste ano. Nos outros três, duas vitórias gremistas e um empate. Quem levantar a taça nesta noite, no clássico 426, irá encarar o Caxias, na grande decisão do Gauchão, ainda sem data definida para ocorrer.
A partida desta quarta-feira na Arena pode marcar a despedida do atacante Everton Cebolinha do Grêmio. A imprensa portuguesa dá como certa a transferência do atacante para o Benfica. Pedido pelo recém-chegado técnico Jorge Jesus, o avante iria para Lisboa vendido por € 22 milhões (cerca de R$ 137,9 milhões). Conforme o jornal esportivo A Bola, de Lisboa, Everton embarcaria já nesta quarta-feira para Portugal, mas, em Porto Alegre, a expectativa é de que ele entre em campo contra o Inter à noite.
Se Everton não jogar, a tendência é de que Pepê comece o jogo. O atacante renovou contrato com o Grêmio na segunda-feira (3), ampliando seu vínculo com o clube até o ano de 2024. Em ascensão, Pepê foi o vice-artilheiro gremista no ano passado, com 13 gols, ficando atrás apenas de Everton.
O técnico Renato Portaluppi pode mexer no time que iniciará o confronto contra o rival. Depois de uma atuação irregular no domingo (2), quando colocou a classificação em risco e só conseguiu bater o Novo Hamburgo aos 45 minutos do segundo tempo, a equipe titular pode sofrer alterações. A ficha um para sair do time é o meia Jean Pierre, criticado pelo técnico na entrevista coletiva pós-jogo em razão da falta de concentração na partida. Em seu lugar, Lucas Silva pode retomar a titularidade, formando um meio-campo mais marcador ao lado de Maicon e Matheus Henrique. Outras duas dúvidas rondam a escalação titular. Na lateral-direita, Orejuela deve começar o jogo, pois Victor Ferraz ainda sente dores musculares, e, na esquerda, Guilherme Guedes deve seguir no time, mesmo com Cortez estando recuperado da Covid-19.
O Inter, por sua vez, também terá uma mudança em relação ao time que goleou o Esportivo por 4 a 0 no domingo. A alteração, porém, não será por motivo técnico. O treinador Eduardo Coudet precisará mexer na lateral direita em razão da expulsão do argentino Saravia na goleada sobre o time da Serra. Em seu lugar deve entrar Rodinei.
Na frente, Thiago Galhardo, em bom momento, ganhou a posição de vez de D'Alessandro e joga ao lado de Guerrero. Sua presença na frente deu mais mobilidade e verticalidade ao setor. O centroavante peruano, aliás, tem uma missão nesta noite: superar a dupla Geromel e Kannemann e marcar seu primeiro gol em grenais. Nos seis clássicos anteriores em que esteve em campo, deixou o gramado em branco.
Além da vaga na decisão contra o Caxias, o clássico também terá outra atração. Comandando o Inter em três jogos contra o rival neste ano, Coudet perdeu dois e empatou um. O técnico argentino admitiu depois do duelo com o Esportivo que os números contra o Grêmio o incomodam. O Inter também joga para quebrar um jejum de oito clássicos sem vitória. O último triunfo colorado foi há quase dois anos, em setembro de 2018, no clássico 417, quando venceu por 1 a 0, com gol de Edenílson, no Beira-Rio.
Comentários CORRIGIR TEXTO