Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol Nacional

- Publicada em 18h49min, 17/07/2020. Alterada em 18h48min, 17/07/2020.

CBF define calendário para as janelas de transferências internacionais de 2020

Ideia da entidade é auxiliar os clubes a superarem a forte crise financeira causada pela Covid-19

Ideia da entidade é auxiliar os clubes a superarem a forte crise financeira causada pela Covid-19


MAURO PIMENTEL/AFP/JC
A CBF recebeu nesta sexta-feira a autorização da Fifa para a elaboração do calendário das janelas de transferências internacionais do futebol brasileiro para 2020. Foi decidido que as negociações poderão ser registradas em dois períodos. O primeiro a partir da próxima semana, entre 20 de julho e 10 de agosto. Já o segundo terá início em 13 outubro e se estenderá até 9 de novembro.
A CBF recebeu nesta sexta-feira a autorização da Fifa para a elaboração do calendário das janelas de transferências internacionais do futebol brasileiro para 2020. Foi decidido que as negociações poderão ser registradas em dois períodos. O primeiro a partir da próxima semana, entre 20 de julho e 10 de agosto. Já o segundo terá início em 13 outubro e se estenderá até 9 de novembro.
A Fifa já havia autorizado a CBF a confeccionar uma solução momentânea e extraordinária para as janelas de transferências no mês passado. As datas oficiais, divulgadas nesta sexta-feira, foram escolhidas pela Diretoria de Registro, Transferência e Licenciamento da CBF junto aos clubes da Série A do Campeonato Brasileiro, após uma reunião na última segunda-feira.
Segundo informa a entidade, essa primeira janela é um complemento do período iniciado no início do ano, mas interrompido em decorrência da pandemia do novo coronavírus. A segunda janela, por sua vez, representa o período marcado previamente para o meio de 2020.
Com essa definição, jogadores que tiverem sido contratados nas últimas semanas, poderão ser aproveitados pelos seus clubes na retomada de competições nos próximos dias, como os estaduais de São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul.
Com isso, a CBF espera ajudar os clubes a conseguirem bons negócios para poderem superar os problemas causados pela pandemia da Covid-19 na economia. Muitas agremiações estão passando por dificuldades pela falta de receita neste período sem jogos.
Comentários CORRIGIR TEXTO