Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes Olímpicos

- Publicada em 18h08min, 17/07/2020. Alterada em 18h08min, 17/07/2020.

Bach confirma candidatura e deve ser reeleito presidente do COI

Dirigente alemão pode ter mais oito anos de mandato à frente da entidade

Dirigente alemão pode ter mais oito anos de mandato à frente da entidade


FABRICE COFFRIN/AFP/JC
O alemão Thomas Bach confirmou nesta sexta-feira (17) que será candidato à reeleição como presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), para ficar mais oito anos no cargo. Apesar das críticas pela hesitação inicial em adiar as Olimpíadas de Tóquio, ele tem sido agora elogiado pela condução desse trabalho árduo e deve se reeleger sem adversário.
O alemão Thomas Bach confirmou nesta sexta-feira (17) que será candidato à reeleição como presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), para ficar mais oito anos no cargo. Apesar das críticas pela hesitação inicial em adiar as Olimpíadas de Tóquio, ele tem sido agora elogiado pela condução desse trabalho árduo e deve se reeleger sem adversário.
O anúncio de que será candidato foi feito por Bach durante a primeira assembleia geral virtual do COI. "Se vocês, os membros do COI, quiserem, eu estou pronto para concorrer a um segundo mandato como presidente do COI e para continuar a servir a vocês e ao movimento olímpico que todos nós amamos tanto", comunicou.
A fala foi seguida de uma hora de elogios de membros do COI ao alemão, incluindo do seu par, o brasileiro Andrew Parsons, que comanda o Comitê Paraolímpico Internacional e também tem uma cadeira no COI. A expectativa de analistas internacionais é que ninguém deverá concorrer contra Bach.
Os mandatos presidenciais do COI têm duração de oito anos. Bach foi eleito em 2013, em Buenos Aires, para um mandato até 2021, quando uma nova eleição vai acontecer em Atenas. Há sete anos, ele concorreu contra diversos nomes, entre eles o ucraniano Sergey Bubka, que também chegou ao segundo turno.
Outra notícia importante dada durante a assembleia foi que os organizadores dos Jogos de Tóquio asseguraram que todas as 42 instalações previstas para o torneio em 2020 estarão disponíveis em 2021, incluindo a Vila dos Atletas.
Com as instalações garantidas, o COI e o Comitê Organizador podem manter a programação de datas previstas para 2020. Diante das incertezas causadas pelo coronavírus, ainda falta definir muitas coisas, porém. A começar pela presença de público, passando por como se dará o profundo corte nas chamadas "facilidades", que é, a grosso modo, a estrutura que sustenta o entorno da competição.
Comentários CORRIGIR TEXTO