Porto Alegre, sábado, 18 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 18 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Futebol

- Publicada em 15h01min, 14/07/2020. Alterada em 15h01min, 14/07/2020.

Ferj aciona Botafogo e Fluminense na Justiça e chama manifesto de 'chilique'

Clubes protestaram contra o retorno do futebol nos termos estabelecidos pela Ferj

Clubes protestaram contra o retorno do futebol nos termos estabelecidos pela Ferj


Vitor Silva/Botafogo/Afp/JC
Folhapress
A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) entrou na Justiça contra Botafogo e Fluminense, clubes que se posicionaram contra a volta do futebol no estado durante a pandemia do novo coronavírus. A entidade exige retratação de R$ 100 mil por danos morais, além de indenização por danos materiais, cujo o valor ainda não foi definido.
A Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) entrou na Justiça contra Botafogo e Fluminense, clubes que se posicionaram contra a volta do futebol no estado durante a pandemia do novo coronavírus. A entidade exige retratação de R$ 100 mil por danos morais, além de indenização por danos materiais, cujo o valor ainda não foi definido.
A entidade debochou do posicionamento de Botafogo e Fluminense e por serem contrários à volta do futebol nos termos estabelecidos pela própria Ferj. Segunda a federação, os dois deram um "chilique" por serem minoria na briga.
"A verdade é que dos 16 clubes apenas 2 discordaram do retorno a atividade desportiva, sentindo-se 'atacados' pela autora e por todos os outros 14 clubes, o que chega a ser uma piada de gosto duvidoso. O ataque a que ambas Rés se referem é a derrota acachapante de 14 x 2? Trata-se, pois, de um mero chilique sem qualquer embasamento para tanto", afirmou no processo.
A Ferj disse ainda que Botafogo e Fluminense "expuseram grosseira e mentirosamente uma série de supostas irregularidades imputadas à Autora" e diz que "é muita covardia de ambos mandatários agirem às expensas das instituições que administram para tentar infligir alguma dor na moral alheia, visando amealhar alguma fugaz repercussão social".
O Botafogo se pronunciou através de seu presidente. "Para mim é inédito uma federação de futebol entrar na Justiça contra filiados por discordância de posições. Mais um capítulo da enlameada edição de 2020. Parabéns à Ferj pela brilhante condução, deu aula", disse Nelson Mufarrej.
Comentários CORRIGIR TEXTO