Porto Alegre, quinta-feira, 18 de junho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 18 de junho de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Campeonato Gaúcho

Notícia da edição impressa de 18/06/2020. Alterada em 17/06 às 20h47min

Dupla Grenal busca liberação dos treinos coletivos junto ao Estado

Atletas seguem trabalhando fisicamente enquanto trabalhos com contato permanecem vetados

Atletas seguem trabalhando fisicamente enquanto trabalhos com contato permanecem vetados


LUCAS UEBEL/GRÊMIO FBPA/JC
Dirigentes de Grêmio e Inter irão se reunir com o secretário de Esporte e Lazer do Estado, Francisco Xavier de Vargas Neto, ainda nesta semana, em encontros separados, mas com o mesmo objetivo: a volta do futebol. Na pauta, está um pedido para que seja criado protocolo especial de treinamentos, autorizando atividades que simulem jogos.
Dirigentes de Grêmio e Inter irão se reunir com o secretário de Esporte e Lazer do Estado, Francisco Xavier de Vargas Neto, ainda nesta semana, em encontros separados, mas com o mesmo objetivo: a volta do futebol. Na pauta, está um pedido para que seja criado protocolo especial de treinamentos, autorizando atividades que simulem jogos.
A dupla Grenal realiza treinos físicos sem contato desde o início de maio e quer avançar para as atividades com bola que não sejam individuais, ou seja, treinos com contato. O encontro de ontem, na Arena, e, de hoje, no Beira-Rio, não têm relação direta com a reunião entre a Federação Gaúcha de Futebol e o governo do Estado, na tarde de hoje. Na visita na Arena, Vargas Neto ficou impressionado positivamente com a estrutura criada pelo departamento médico tricolor.
A ideia dos dirigentes é apresentar dados e reforçar protocolos adotados em seus centros de treinamentos para defender liberação de atividades ainda mais específicas. Os clubes já haviam buscado aval da prefeitura na semana passada, mas não conseguiram. As medidas já adotadas diariamente - sem aglomeração no vestiário e testagem em massa, além de verificação diária de temperatura -, são pontos fortes.
Outro elemento a ser bastante enfatizado é o contexto do futebol, com medicina específica e maior estrutura de saúde à disposição de jogadores e funcionários. O encontro com os clubes foi proposto por Vargas Neto, que assumiu a pasta no início do mês. Ele substitui João Derly, ex-judoca e que se saiu do Palácio Piratini para concorrer nas eleições municipais.
Comentários