Porto Alegre, segunda-feira, 18 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
segunda-feira, 18 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Esportes

Notícia da edição impressa de 18/05/2020. Alterada em 18/05 às 03h00min

Notas Esportivas

  • Futebol feminino - A Fifa confirmou para 25 de junho a definição da sede para a realização do Mundial de 2023. O Brasil é um dos concorrentes, junto com Colômbia, Japão e a candidatura conjunta de Austrália e Nova Zelândia. Esta será a primeira edição do certame a contar com 32 seleções participantes.
  • Espanha - Os clubes participantes do campeonato nacional poderão começar a realizar treinos em grupo a partir de hoje. Segundo a organização da Liga, os treinos devem acontecer em pequenos grupos, seguindo diretrizes de segurança sanitária. A ideia é retomar o campeonato em 12 de junho, com estádios vazios.
  • Bélgica - Após as decisões de Holanda e França, o país europeu também deu oficialmente por encerrado o seu campeonato nacional. Pela decisão, anunciada na sexta-feira, o Club Brugge é o campeão nacional, dividindo com o Gent as vagas para a Liga dos Campeões. Charleroi, Royal Antwerp e Standard Liège representarão o país na Liga Europa.
  • Vôlei - Bicampeão olímpico, o líbero Serginho anunciou, neste fim de semana, a sua aposentadoria das quadras. Considerado um dos maiores nomes de todos os tempos em sua posição, o atleta de 44 anos colecionou títulos pela seleção brasileira e vinha atuando pelo Vôlei Ribeirão antes da Superliga masculina ser interrompida pela pandemia.
  • Fórmula 1 - Os administradores do autódromo de Silverstone, na Inglaterra, anunciaram acordo para a realização de duas provas no circuito nesta temporada. A medida é parte do esforço para reorganizar o calendário, já que a temporada 2020 da F-1 teve seu início adiado por tempo indeterminado e alguns países já confirmaram o cancelamento das provas. Ainda não há datas confirmadas para as corridas, que dependem de aprovação do governo britânico e devem ocorrer com portões fechados.
Comentários