Porto Alegre, sábado, 02 de maio de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 02 de maio de 2020.
Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Futebol

Alterada em 02/05 às 16h13min

40% dos times da Série A começam a voltar aos treinos

Somente a dupla Grêmio e Internacional já tem data para iniciar os trabalhos presenciais

Somente a dupla Grêmio e Internacional já tem data para iniciar os trabalhos presenciais


SILVIO AVILA/AFP/JC
Folhapress
Oito dos 20 times que compõem a Série A do Campeonato Brasileiro em 2020 já começaram a voltar aos treinamentos após a paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. O número equivale a 40% do torneio. No entanto, somente a dupla Grêmio e Internacional já tem data para iniciar os trabalhos presenciais.
Oito dos 20 times que compõem a Série A do Campeonato Brasileiro em 2020 já começaram a voltar aos treinamentos após a paralisação devido à pandemia do novo coronavírus. O número equivale a 40% do torneio. No entanto, somente a dupla Grêmio e Internacional já tem data para iniciar os trabalhos presenciais.
{'nm_midia_inter_thumb1':'', 'id_midia_tipo':'2', 'id_tetag_galer':'', 'id_midia':'5c6f03d777ac4', 'cd_midia':8634598, 'ds_midia_link': 'https://www.jornaldocomercio.com/_midias/gif/2019/02/21/banner_whatsapp_280x50px_branco-8634598.gif', 'ds_midia': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'ds_midia_credi': 'Thiago Machado / Arte JC', 'ds_midia_titlo': 'WhatsApp Conteúdo Link', 'cd_tetag': '1', 'cd_midia_w': '280', 'cd_midia_h': '50', 'align': 'Center'}
Os outros seis clubes são Flamengo, Fluminense, Botafogo, Red Bull Bragantino, Bahia e Coritiba. Todos seguem com o isolamento, mas os atletas estarão conectados, seguindo horários e determinações dos clubes, o que o Fluminense, por exemplo, chamou de treinamento virtual. A exceção é o Flamengo, que ainda não especificou uma volta às atividades, mas já vem testando funcionários e atletas para a Covid-19.
O Grêmio se reapresenta na segunda-feira de forma escalonada, começando pelos funcionários e só depois os jogadores. Já o Inter marcou a reapresentação dos atletas para terça-feira, enquanto a comissão técnica volta na segunda.
Dos outros 12 clubes restantes, apenas dois se posicionaram de forma oficial: Santos e Palmeiras. Os rivais paulistas mantiveram o isolamento social e afirmaram que só voltam aos treinos quando houver autorização das autoridades. O Verdão já se movimenta para comprar testes da Covid-19.
Embora não tenha soltado um comunicado oficial, Raí, diretor executivo do São Paulo, declarou em entrevista recente que o clube é contra antecipar a volta do futebol e falou sobre a importância de seguir as orientações das autoridades de saúde.
Vasco, Corinthians, Atlético-MG, Atlético-GO, Goiás, Fortaleza, Ceará e Sport não se posicionaram após o término das férias decretadas após a paralisação do futebol devido à pandemia.
O Ministério da Saúde sinalizou um parecer positivo para a retomada das atividades do futebol, mas nem todos os estados devem seguir esse movimento de aceleração da volta do esporte. As federações, no entanto, têm intenção de terminar os estaduais em campo.
Em São Paulo, o isolamento vigora até o dia 10 e será rediscutido no dia 8. A Federação Paulista de Futebol trabalha na elaboração de um protocolo para o retorno, mas aguarda posicionamento do governador do estado.
O Rio de Janeiro prorrogou as medidas de restrição até o dia 11. Os clubes se preparam para volta, mas apenas com atividades em casa, respeitando o isolamento social.
Em Minas Gerais, o governo está dividido e se preocupa com a questão financeira dos clubes, mas a Secretaria de Saúde não recomenda a volta do futebol. A Federação Mineira de Futebol (FMF) está criando um comitê de médicos para analisar o caso junto às autoridades.
A situação, porém, é diferente no Rio de Grande do Sul. A prefeitura de Porto Alegre publicou um decreto liberando atividades físicas ao ar livre sem aglomerações. A dupla Grenal usa isso como base para voltar aos trabalhos.
Comentários