Porto Alegre, terça-feira, 21 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
terça-feira, 21 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Esportes

- Publicada em 20h33min, 01/04/2020. Atualizada em 20h33min, 01/04/2020.

Notas Esportivas

  • Dupla Grenal - Os presidentes de Grêmio e de Inter estão curados da Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. O presidente colorado, Marcelo Medeiros, estava em isolamento desde 15 de março, quando apresentou sintomas da virose. Posteriormente, no dia 20, a suspeita se confirmou a partir da realização de exames. Agora, porém, ele está bem e retomará a sua rotina à frente do clube gaúcho. Já o mandatário gremista, Romildo Bolzan Júnior, teve confirmada a cura da doença pela Secretaria de Saúde do município de Osório na segunda-feira (30).
  • Philippe Coutinho - Em tempos de pandemia, a recomendação é ficar em casa, protegido e o mais próximo possível de um isolamento social. O problema é que as medidas afetam diretamente o trabalho e o sustento de muitas famílias no Brasil. Quem pode, ajuda. Um dos auxílios veio lá da Alemanha, do meio-campista Philippe Coutinho. Nascido e criado na Zona Norte da cidade do Rio de Janeiro, o jogador doou 20 toneladas de alimentos e produtos de higiene para as comunidades da Mangueira e da Barreira do Vasco, que fica ao lado do estádio de São Januário. A doação ocorreu por intermédio das associações de moradores.
  • UFC - Jon Jones, campeão dos meio-pesados do UFC, se declarou culpado por dirigir bêbado na cidade de Albuquerque, no Novo México. O norte-americano foi detido no dia 26 de março sob efeito de bebida alcoólica, uso negligente de arma de fogo, posse de garrafa de bebida e ausência de documentação. Ele foi solto após pagar fiança. O lutador de 32 anos chegou a um acordo com as autoridades e foi condenado a um ano de liberdade condicional. Jones terá de usar uma tornozeleira, cumprir tratamento ambulatorial de no mínimo 90 dias, além de pagar multa e cumprir 96 horas em um programa de custódia comunitário.
Comentários CORRIGIR TEXTO