Porto Alegre, quinta-feira, 12 de março de 2020.
Dia do Bibliotecário.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

saúde

12/03/2020 - 08h44min. Alterada em 12/03 às 08h44min

NBA suspende temporada após atleta ser infectado por coronavírus

Liga divulgou comunicado em que cancela temporada por tempo indeterminado

Liga divulgou comunicado em que cancela temporada por tempo indeterminado


nba/ reprodução/ twitter/ jc
Folhapress
A NBA anunciou, na noite de quarta-feira (11), a suspensão do campeonato. A liga norte-americana de basquete informou que um jogador do Utah Jazz teve um diagnóstico preliminar de infecção pelo novo coronavírus e decidiu interromper a temporada 2019/20.
A NBA anunciou, na noite de quarta-feira (11), a suspensão do campeonato. A liga norte-americana de basquete informou que um jogador do Utah Jazz teve um diagnóstico preliminar de infecção pelo novo coronavírus e decidiu interromper a temporada 2019/20.
O resultado do teste saiu instantes antes do início da partida entre o Jazz e o Oklahoma City Thunder, em Oklahoma. Após cerca de meia hora, o jogo acabou sendo cancelado por "circunstâncias imprevistas", e o público foi informado de que não se tratava uma situação de emergência.
> Acesse tudo sobre o coronavírus, o que é, contágio, prevenção e situação pelo mundo e no Brasil
Em seguida, a NBA publicou uma nota na qual noticiou a suspensão da competição. De acordo com o comunicado, a liga "vai usar o hiato para determinar os próximos passos em relação à pandemia do coronavírus".
O jogador infectado não estava no Chesapeake Energy Arena, segundo o informe. Mesmo assim, os demais atletas do Jazz e os do Thunder ficaram retidos nos vestiários do ginásio. Até a publicação deste texto, não havia uma previsão sobre a duração dessa medida.
De acordo com sites norte-americanos como ESPN e The Athletic, o atleta em questão é o pivô Rudy Gobert, 27. Ele já estava listado como desfalque do Utah para o jogo pelo que o time chamou de "doença", mas não havia confirmação do diagnóstico.
Depois de conceder uma entrevista coletiva na última segunda (9), Gobert fez uma espécie de piada sobre o exagero nas reações à epidemia. Terminado o papo com os jornalistas, tocou em todos os microfones e gravadores colocados à sua frente.
Antes mesmo de vir à tona o diagnóstico do pivô, a NBA havia realizado uma reunião, na tarde de quarta-feira, para definir passos em relação à epidemia. A suspensão já tinha sido cogitada, mas o encontro de dirigentes com membros da associação de jogadores deixou pré-definida apenas a possibilidade de jogos realizados sem público. À noite, a situação mudou.
O Golden State Warriors já havia anunciado que atuaria sem a presença de torcedores na partida que estava agendada para quinta-feira, contra o Brooklyn Nets, em São Francisco. Agora, esse jogo e todos os demais do restante da temporada estão suspensos por tempo indeterminado.
Das seis partidas programadas para quarta, quatro foram realizadas. Além de Utah x Oklahoma, cancelado pouco antes de a bola subir, não foi disputado o duelo entre Sacramento Kings e New Orleans Pelicans, em Sacramento, que seria o último da noite.