Porto Alegre, quarta-feira, 11 de março de 2020.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Libertadores

11/03/2020 - 15h21min. Alterada em 11/03 às 16h16min

Primeiro caso de coronavírus em Porto Alegre não afeta Grenal desta quinta

Autoridades recomendaram apenas que quem tenha sintomas respiratórios não compareça à Arena

Autoridades recomendaram apenas que quem tenha sintomas respiratórios não compareça à Arena


LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA/DIVULGAÇÃO/JC
Patrícia Comunello
A notícia do primeiro caso do novo coronavírus em Porto Alegre, que veio à tona na manhã desta quarta-feira (11), logo suscitou questionamentos sobre eventual impacto para o maior clássico do futebol gaúcho e um dos maiores do Brasil. Nesta quinta-feira (12) na Arena, Grêmio e Inter têm o primeiro confronto em uma Libertadores. Os ingressos estão esgotados para o Grenal 424.
A notícia do primeiro caso do novo coronavírus em Porto Alegre, que veio à tona na manhã desta quarta-feira (11), logo suscitou questionamentos sobre eventual impacto para o maior clássico do futebol gaúcho e um dos maiores do Brasil. Nesta quinta-feira (12) na Arena, Grêmio e Inter têm o primeiro confronto em uma Libertadores. Os ingressos estão esgotados para o Grenal 424.
As autoridades de saúde descartaram qualquer mudança nos planos do jogo. Na entrevista coletiva em que foi relatado o caso da doença e a situação de mais casos suspeitos, a tônica foi nos cuidados que a população deve redobrar. 
O secretário municipal da saúde, Pablo Stürmer, descartou o cancelamento da partida, que pode ser adotado quando há transmissão local do vírus, que não é ainda o caso na Capital. Stürmer fez uma recomendação:
"Se a pessoa tiver sintomas respiratórios, evite ir ao jogo para não transmitir a doença a outros".
O secretário reforça que quem for ao clássico deve adotar medidas como lavar as mãos com frequência, evitar tocar o rosto de outros torcedores e não compartilhar objetos de uso pessoal.
"Não há motivo para pânico. Podem curtir o jogo sossegados", avisa Stürmer, a colorados e gremistas. Ele esclarece ainda que a preocupação quando se trata de grandes eventos é quando tem transmissão local da doença, de pessoa a pessoa, o que ainda não ocorreu no Rio Grande do Sul. "Todos os casos são importados."
Segundo Stürmer, medidas em relação a grandes eventos estão sendo adotados em países que tem transmissão local. Há condutas de suspensão de feiras e adoção de portões fechados, em jogos de futebol, na Itália e Espanha, por exemplo. Na América do Sul, o Paraguai terá restrições. 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta quarta-feira pandemia de coronavírus.
A Conmebol informou em seu Twitter que partidas da Libertadores e da Taça Sulamericana terão portões fechados, cumprindo orientações das autoridades sanitárias paraguaias. O país registra cinco casos da doença.