Porto Alegre, terça-feira, 03 de março de 2020.
Dia do Meteorologista.

Jornal do Comércio

Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

CORRIGIR

Libertadores da América

Notícia da edição impressa de 03/03/2020. Alterada em 02/03 às 21h06min

Libertadores: Inter recebe a Universidad Católica às 19h15min desta terça-feira

Colorado busca o tricampeonato em competição histórica para os gaúchos

Colorado busca o tricampeonato em competição histórica para os gaúchos


JUAN MABROMATA/AFP/JC
A noite desta terça-feira (3) será histórica para o futebol do Rio Grande do Sul. Pela primeira vez, Inter e Grêmio entram em uma Libertadores da América estando no mesmo grupo, disputando lado a lado uma vaga na fase de mata-mata do torneio continental. Com a certeza de pelo menos dois clássicos Grenais nos próximos dias, a arrancada na competição é importantíssima para colorados e tricolores.
A noite desta terça-feira (3) será histórica para o futebol do Rio Grande do Sul. Pela primeira vez, Inter e Grêmio entram em uma Libertadores da América estando no mesmo grupo, disputando lado a lado uma vaga na fase de mata-mata do torneio continental. Com a certeza de pelo menos dois clássicos Grenais nos próximos dias, a arrancada na competição é importantíssima para colorados e tricolores.
O Inter entra em campo primeiro. Após quatro partidas na pré-Libertadores - dois empates e duas vitórias -, o time comandado pelo argentino Eduardo Coudet estreia pelo Grupo E, às 19h15min, no Beira-Rio, diante dos chilenos do Universidad Católica, atual campeão nacional. Com a previsão de mais de 40 mil colorados nas arquibancadas, o Inter não terá seu principal jogador em campo: D'Alessandro foi expulso na última partida com o Tolima e cumpre suspensão no duelo com os chilenos.
Coudet fez mistério na preparação para a partida. Nesta segunda-feira (2), ele fechou os portões na última atividade e não esboçou o time que entrará em campo. A principal dúvida está no meio-campo. Rodrigo Lindoso ainda se recupera de um problema muscular na coxa direita e passará por testes para saber se terá condições de atuar.
Caso não vá a campo, Coudet pode optar pela entrada do velocista Marcos Guilherme, colocando o time mais para frente, como fez na vitória por 1 a 0 sobre o Tolima, na semana passada. Recuperado de lesão, Patrick também é opção para a vaga. Na lateral esqeruda, Uendel permanece como titular, já que Moisés segue de fora, tratando uma lesão no tornozelo esquerdo.
Para a vaga de D'Ale, Thiago Galhardo é o provável substituto. O jogador vindo do Ceará fará dupla de ataque ao lado do peruano Guerrero. Com isso, uma tendência de time para a partida de hoje tem Marcelo Lomba; Rodinei, Bruno Fuchs, Víctor Cuesta e Uendel; Musto, Edenilson, Rodrigo Lindoso e Boschilia; Thiago Galhardo e Guerrero.
Quem falou com a imprensa após o treino desta segunda-feira foi Victor Cuesta. O zagueiro destacou a disputa acirrada no Grupo E. "Difícil. Equipes que sempre participam da Copa Libertadores. América de Cali passou por um momento ruim de sua história, conseguiu voltar. Universidad Católica também é um grande time, sempre compete bem na Libertadores. E o Grêmio que todo mundo já conhece, rival muito difícil, nosso clássico. A gente vai ter que se concentrar muito para chegar às oitavas", disse.