Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 24 de janeiro de 2020.
Dia Nacional do Aposentado.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

tênis

Alterada em 24/01 às 12h40min

Federer sofre, mas vira e conquista 100ª vitória no Australian Open

Detentor de seis títulos do Grand Slam, suíço avançou com dificuldades contra australiano

Detentor de seis títulos do Grand Slam, suíço avançou com dificuldades contra australiano


William WEST / AFP/ jc
O suíço Roger Federer, 38 anos, esteve perto de ser eliminado do Australian Open nesta sexta-feira (24), mas conseguiu superar o tenista da casa John Millman, no tiebreak de desempate do quinto set (10 a 8).
O suíço Roger Federer, 38 anos, esteve perto de ser eliminado do Australian Open nesta sexta-feira (24), mas conseguiu superar o tenista da casa John Millman, no tiebreak de desempate do quinto set (10 a 8).
A partida pela terceira rodada durou 4 horas e 3 minutos e terminou com vitória do suíço por 3 a 2 (4/6, 7/6, 6/4, 4/6e 7/6). Esse foi o 100º triunfo dele no torneio, o que lhe rendeu uma homenagem da organização ao fim do confronto.
Nas oitavas de final, Federer, atualmente o número 3 do mundo, enfrentará o húngaro Marton Fucsovics (67º). O jogo está programado para domingo (26). Número 47 do ranking da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), Millman nunca passou às oitavas de final no torneio de Melbourne. Ficou bem próximo nesta sexta, ao abrir 8 a 4 na parcial decisiva, mas viu Federer marcar seis pontos seguidos para virar.
O melhor resultado do australiano em um Grand Slam até hoje foi quando chegou às quartas de final do US Open de 2018. Na ocasião, bateu justamente Roger Federer nas oitavas antes de perder para Novak Djokovic.
Federer já venceu seis vezes o Australian Open (2004, 2006, 2007, 2010, 2017 e 2018) e tem 20 títulos de Grand Slam no total, recorde entre os homens.
Folhapress
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia