Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 22 de janeiro de 2020.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Edição impressa de 22/01/2020. Alterada em 22/01 às 03h00min

Sem indicação de time, Colorado encaminha final de treinos

Treinador argentino gosta de atuar com dois atacantes

Treinador argentino gosta de atuar com dois atacantes


RICARDO DUARTE/INTER/JC
Na véspera da estreia colorada no Gauchão, o técnico Eduardo Coudet ainda não deu nenhum indício de que time levará a campo, amanhã, às 21h30min, contra o Juventude, em Caxias do Sul. O que já se sabe é que o treinador argentino atua com dois atacantes, mudando o time que vinha atuando nas últimas temporadas.
Na véspera da estreia colorada no Gauchão, o técnico Eduardo Coudet ainda não deu nenhum indício de que time levará a campo, amanhã, às 21h30min, contra o Juventude, em Caxias do Sul. O que já se sabe é que o treinador argentino atua com dois atacantes, mudando o time que vinha atuando nas últimas temporadas.
O questionado volante Patrick falou sobre o início de trabalho de Coudet e algumas das opções táticas trabalhadas nesta pré-temporada. "Jogar com dois atacantes é diferente. Preenche menos espaço defensivo. A responsabilidade é maior para a segunda linha, mas temos liberdade total para atacar e defender", revelou.
Pela sua fala, o jogador deu indícios que pode seguir como titular nesta primeira formação. "O professor Odair sempre pediu intensidade e pressão. Fizemos isso principalmente em casa, mas pecamos algumas vezes fora. Os atletas não mudaram muito, e essa característica também não. O que temos trabalhado mais é a manutenção da posse", apontou.
O camisa 88 comentou também as duas temporadas que completa no Colorado. "Dois anos no clube, para mim é gratificante. Também estou perto dos 100 jogos. Foram dois anos de evolução e disputas por títulos, que infelizmente não vieram. Ano passado foi melhor que 2018, e espero que este seja um grande ano", planejou.
O Colorado realiza uma última atividade hoje à tarde e segue, em seguida, para Caxias do Sul. Os atletas que viajam para a Serra podem dar um indício de que equipe Coudet pode mandar a campo.
Dos recém-contratados, quem pode aparecer no primeiro Inter de 2020 são os laterais Rodinei, Moisés e o volante Musto, que após receber uma pancada no treino de segunda-feira, se recuperou e trabalhou normalmente ontem.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia