Porto Alegre, quinta-feira, 23 de julho de 2020.

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
quinta-feira, 23 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 18h39min, 08/12/2019. Atualizada em 18h39min, 08/12/2019.

Com gol nos minutos finais, Inter encerra Brasileirão vencendo Atlético-MG

Guerreiro marcou o primeiro gol da vitória no jogo, que encerrou a temporada do Inter em 2019

Guerreiro marcou o primeiro gol da vitória no jogo, que encerrou a temporada do Inter em 2019


RICARDO DUARTE/SCINTERNACIONAL/DIVULGAÇÃO/JC
Sem mais nada a conquistar no ano, tudo que a torcida do Inter queria era uma boa vitória antes das férias. E ela veio: com uma virada concretizada nos últimos instantes de jogo, o Colorado venceu o Atlético-MG por 2 a 1 neste domingo (8) em casa.
Sem mais nada a conquistar no ano, tudo que a torcida do Inter queria era uma boa vitória antes das férias. E ela veio: com uma virada concretizada nos últimos instantes de jogo, o Colorado venceu o Atlético-MG por 2 a 1 neste domingo (8) em casa.
Ao final do jogo, D’Alessandro agradeceu aos 21.783 torcedores presentes com muita emoção. Essa pode ter sido a última partida do ídolo com a camisa vermelha, já que a continuidade do meia de 38 anos não está garantida para o ano que vem.
A festa, porém, pareceu distante durante boa parte do jogo. Os visitantes marcaram logo aos cinco minutos. Na saída errada da zaga, Di Santo acionou Otero, que aproveitou a defesa colorada fora do lugar para limpar e deslocar Marcelo Lomba: 1 a 0. Após o gol, o Galo fechou-se atrás, enquanto o Inter tentava empatar, na base de levantamentos para a área.
O ímpeto colorado mostrou-se maior no segundo tempo. Só o Inter atacava, geralmente parando em uma grande atuação do goleiro Victor, enquanto o Atlético-MG restringia suas iniciativas a algumas escapadas em contragolpe. Aos 36 minutos, enfim, o empate: no bate e rebate, a bola sobrou para Guerreiro, que estufou as redes. Após longos minutos de análise pelo VAR, o lance foi confirmado.
A recompensa para o esforço colorado veio nos descontos da segunda etapa. Aos 52 minutos, D’Alessandro cobrou falta, Cuesta se antecipou à zaga adversária e cabeceou firme, dando tons de festa ao fim de ano no Beira-Rio.
A partida foi a despedida de Zé Ricardo, que conduziu o clube na reta final do Brasileirão. A tendência é que o argentino Eduardo Coudet seja anunciado, nos próximos dias, como novo treinador do Inter. No sábado, foi confirmada a permanência de Rodrigo Caetano como diretor-executivo.
Comentários CORRIGIR TEXTO