Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

fórmula 1

01/12/2019 - 17h12min. Alterada em 01/12 às 17h12min

Hamilton sobra em Abu Dabi e encerra a temporada da Fórmula 1 com vitória

Inglês da Mercedes ostenta 84 vitórias na carreira e está agora a sete de igualar Schumacher

Inglês da Mercedes ostenta 84 vitórias na carreira e está agora a sete de igualar Schumacher


GIUSEPPE CACACE/AFP/JC
O hexacampeão Lewis Hamilton passeou neste domingo ao vencer de ponta a ponta o GP Abu Dabi, a última corrida do ano, para fechar a temporada de 2019 da Fórmula 1 com mais uma vitória e ficar perto de igualar o recorde de triunfos do alemão Michael Schumacher.
O hexacampeão Lewis Hamilton passeou neste domingo ao vencer de ponta a ponta o GP Abu Dabi, a última corrida do ano, para fechar a temporada de 2019 da Fórmula 1 com mais uma vitória e ficar perto de igualar o recorde de triunfos do alemão Michael Schumacher.
O inglês da Mercedes ostenta 84 vitórias em sua carreira e está agora a sete de igualar Schumacher, o maior vencedor da categoria. Hamilton encerrou o ano pontuando em todas as corridas e ainda alcançou no circuito de Yas Marina o Grand Chelem, expressão usada quando um piloto vence de ponta a ponta largando da pole e marca a melhor volta.
"Eu estou orgulhoso e muito grato a esta equipe, muito obrigado a todos aqui e em casa. Esse carro é uma obra de arte", disse o hexacampeão, mantendo seu discurso de gratidão à Mercedes.
O holandês Max Verstappen, da Red Bull, terminou em segundo e ficou com terceiro lugar geral no campeonato. O pódio foi completo pelo monegasco Charles Leclerc, mas o piloto da Ferrari ainda pode ser punido por uma possível irregularidade na quantidade de combustível em seu carro.
Hamilton sobrou em Abu Dabi, mas não foi o único a ter destaque. Seu companheiro Valtteri Bottas fez uma corrida espetacular. Depois de lagar em último em razão de uma punição por troca de motor, o finlandês, que foi o vice-campeão neste ano, empilhou ultrapassagens e chegou em quarto lugar, à frente do tailandês Alexander Albon, da Red Bull, e do alemão Sebastian Vettel da Ferrari.
O mexicano Sergio Pérez, da Racing Point, o britânico Lando Norris, da McLaren, o russo Daniil Kvyat, da Toro Rosso, e o espanhol Carlos Sainz, da McLaren, completaram o Top 10.
DESPEDIDAS - Nico Hulkenberg e Robert Kubica correram pela última vez na principal categoria do automobilismo mundial. O alemão da Renault ficou perto de terminar na zona de pontuação, mas acabou fechando a prova em 12º, e o polonês da Williams foi o 19º e último colocado.
Como presente de despedida, Hulkenberg ganhou a votação pública de "Piloto do dia", em votação popular promovida pela Fórmula 1.

Confira a classificação final do GP de Abu Dabi:

1º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), em 1h34min05s715
2º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), a 16s772
3º - Charles Leclerc (MON/Ferrari), a 43s435s
4º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 44s379
5º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), a 64s357
6º - Alexander Albon (TAI/Red Bull), a 69s205
7º - Sergio Pérez (MEX/Racing Point), a 1 volta
8º - Lando Norris (ING/McLaren), a 1 volta
9º - Daniil Kvyat (RUS/Toro Rosso), a 1 volta
10º - Carlos Sainz Jr. (ESP/McLaren), a 1 volta
11º - Daniel Ricciardo (AUS/Renault), a 1 volta
12º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), a 1 volta
13º - Kimi Raikkonen (FIN/Alfa Romeo), a 1 volta
14º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 1 volta
15º - Romain Grosjean (FRA/Haas), a 1 volta
16º - Antonio Giovinazzi (ITA/Alfa Romeo), a 1 volta
17º - George Russell (ING/Williams), a 1 volta
18º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), a 2 voltas
19º - Robert Kubica (POL/Williams), a 2 voltas
Abandonou a prova:
Lance Stroll (CAN/Racing Point).
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia