Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 01 de dezembro de 2019.
Dia Mundial de Luta contra a Aids.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

campeonato brasileiro

Alterada em 01/12 às 10h16min

Inter derrota Botafogo no Rio e fica mais perto da vaga na Libertadores

No Engenhão, o Colorado venceu por 1 a 0 com gol de Guerrero

No Engenhão, o Colorado venceu por 1 a 0 com gol de Guerrero


RICARDO DUARTE/SC Internacional/Divulgação/JC
O Internacional deu neste sábado um passo muito importante para se classificar para a próxima edição da Copa Libertadores. No Engenhão, o Colorado venceu o Botafogo por 1 a 0 com uma grande colaboração do goleiro Gatito Fernández, que no segundo tempo engoliu um frango em um chute do atacante peruano Paolo Guerrero.
O Internacional deu neste sábado um passo muito importante para se classificar para a próxima edição da Copa Libertadores. No Engenhão, o Colorado venceu o Botafogo por 1 a 0 com uma grande colaboração do goleiro Gatito Fernández, que no segundo tempo engoliu um frango em um chute do atacante peruano Paolo Guerrero.
Com a vitória, os gaúchos chegaram a 54 pontos, na sétima colocação do Campeonato Brasileiro, e abriram cinco de vantagem sobre o nono Goiás, maior ameaça na disputa por um lugar no torneio continental, que está em nono e ainda vai jogar nesta rodada, assim como o oitavo Corinthians, com 53. Além disso, o Inter permanece com chances reais de garantir uma vaga na fase de grupos da Libertadores. O time gaúcho está apenas três pontos atrás do São Paulo, que no momento é o último a entrar diretamente nessa etapa da competição.
Já o Botafogo, que estaria livre do risco de rebaixamento para a Série B com uma vitória, vai ter de esperar pelo menos mais uma rodada para respirar aliviado. O time é o 13.º, com 42 pontos, seis a mais do que o Cruzeiro, o primeiro dentro da região da degola.
O Botafogo começou a partida como deve fazer um time que precisa vencer: no ataque. Logo aos três minutos, a equipe carioca desperdiçou uma grande oportunidade para abrir o placar quando o veloz Rhuan deixou a defesa gaúcha para trás e ficou cara a cara com Marcelo Lomba, que levou a melhor no duelo e evitou o gol.
A melhor chance do time alvinegro, porém, ainda estava por vir. Aos 23 minutos, Diego Souza arrancou com a bola sem marcação e encobriu Marcelo Lomba com um toque sutil, mas seu chute parou no travessão.
Do outro lado do gramado, o Inter tinha mais dificuldades para articular boas jogadas de ataque. A melhor coisa que a equipe visitante conseguiu no primeiro tempo foi um chute cruzado de Guilherme Parede que passou em frente ao gol do Botafogo sem que ninguém colocasse a bola para dentro.
A equipe gaúcha se mostrou bem mais agressiva no segundo tempo e finalmente conseguiu criar problemas para a defesa do Botafogo. Enquanto isso, o time alvinegro ficou muito distante do futebol mostrado na etapa inicial. Gatito Fernández fez uma ótima defesa em um chute de Neilton, aos 11 minutos, e também trabalhou bem em outras jogadas criadas pelos visitantes, mas acabou sendo decisivo para a derrota da equipe carioca.
Aos 38, Guerrero mandou um chute forte de fora da área, só que a bola foi exatamente onde estava o goleiro do Botafogo. Gatito, então, tinha tudo para fazer uma fácil defesa, mas deixou a bola passar por entre suas mãos e presenteou o Inter com uma vitória muito importante.
Na próxima quarta-feira, pela penúltima rodada do Brasileirão, o Botafogo vai visitar o Atlético Mineiro no Mineirão, enquanto o Inter enfrentará o São Paulo no Morumbi.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia