Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quinta-feira, 21 de novembro de 2019.
Dia Mundial da Televisão. Dia da Homeopatia e Dia do Homeopata.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Inter

Edição impressa de 21/11/2019. Alterada em 21/11 às 03h00min

D'Alessandro fala em seguir jogando, mas deixa futuro em aberto

Quando D'Alessandro é o escolhido para as coletivas é certeza de boa conversa e de opiniões fortes do argentino. Ontem, o camisa 10 voltou a falar sobre a vontade de seguir atuando, reforçou que já foi procurado pela direção do Inter, mas deixou sua permanência para 2020 em aberto.
Quando D'Alessandro é o escolhido para as coletivas é certeza de boa conversa e de opiniões fortes do argentino. Ontem, o camisa 10 voltou a falar sobre a vontade de seguir atuando, reforçou que já foi procurado pela direção do Inter, mas deixou sua permanência para 2020 em aberto.
"Tenho muito mais a dar para o Inter e continuarei jogando. O negócio da renovação é outro assunto. Passei para eles que vou tomar o tempo para decidir algo que é importante. Não vou decidir agora", disse. D'Ale falou também sobre a possível chegada do amigo Eduardo Coudet: "Não posso confirmar nada, porque só tem especulações. Óbvio que converso com ele. Como argentino preciso respeitá-lo e o clube onde está trabalhando, o Racing. Ele tem uma final importante e vamos ver o que acontece depois", despistou.
Dentro de campo, o técnico Zé Ricardo segue aprimorando o time que irá enfrentar o Fortaleza, domingo, às 19h, em casa, com o apoio do torcedor, aproveitando as promoções promovidas pela direção.
A ausência na atividade de ontem foi Guerrero, mas ele não preocupa. Sem o camisa 9, Zé Ricardo testou vários jogadores no ataque, até mesmo Neílton, esquecido após a fraca atuação no Grenal. Porém, o técnico não esboçou uma formação titular. O Colorado volta aos trabalhos na manhã de hoje.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia