Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 20 de novembro de 2019.
Dia Nacional da Consciência Negra. Dia Universal das Crianças.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Seleção Brasileira

Edição impressa de 19/11/2019. Alterada em 19/11 às 03h00min

Tite muda cinco posições em busca da vitória diante da Coreia do Sul

Sem adotar o mesmo mistério que utilizou para enfrentar a Argentina, o técnico Tite abriu o último treino da seleção brasileira que enfrenta a Coreia do Sul, hoje, às 10h30min, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes. Além disso, o treinador confirmou que fará cinco mudanças na escalação da equipe.
Sem adotar o mesmo mistério que utilizou para enfrentar a Argentina, o técnico Tite abriu o último treino da seleção brasileira que enfrenta a Coreia do Sul, hoje, às 10h30min, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes. Além disso, o treinador confirmou que fará cinco mudanças na escalação da equipe.
O lateral Alex Sandro, fora por lesão muscular, o zagueiro Thiago Silva, o volante Casemiro e os atacantes Willian e Roberto Firmino deixam o time, enquanto Renan Lodi, Marquinhos, Fabinho, Philippe Coutinho e Richarlison entrarão como substitutos. Caso confirme o time treinado ontem, o Brasil vai a campo com Alisson; Danilo, Marquinhos, Militão e Lodi; Fabinho, Arthur e Lucas Paquetá; Gabriel Jesus, Coutinho e Richarlison.
Sem vencer após a conquista da Copa América, a seleção chega a cinco jogos sem vitória. Tite reafirmou a pressão, que recai principalmente sobre ele. "É, tem necessidade sim do resultado, mas, também, a compreensão de etapas. Futebol é prática, esse é o momento que nos permite fazer modificações na equipe, por mais duro que seja, mais difícil que seja, mas o técnico tem que ter o discernimento de aguentar as pressões", disse.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia