Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, sexta-feira, 08 de novembro de 2019.
Dia Mundial do Urbanismo.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 08/11/2019. Alterada em 07/11 às 21h35min

Inter perde mais uma e vê o G-6 mais longe

Paolo Guerrero teve atuação apagada no estádio Castelão

Paolo Guerrero teve atuação apagada no estádio Castelão


RICARDO DUARTE/DIVULGAÇÃO/INTER/JC
Depois da apática atuação no clássico Grenal do último domingo, o técnico Zé Ricardo resolveu mexer no Inter que foi à campo contra o Ceará, no estádio Castelão, na noite desta quinta-feira, pela 31ª rodada do Brasileirão. Nem as mudanças na escalação adiantaram para mudar o ânimo de uma equipe que parecer ter perdido o rumo neste final de temporada. Resultado: derrota por 2 a 0 para os donos da casa e a vaga na Libertadores de 2020 cada vez mais longe.
Depois da apática atuação no clássico Grenal do último domingo, o técnico Zé Ricardo resolveu mexer no Inter que foi à campo contra o Ceará, no estádio Castelão, na noite desta quinta-feira, pela 31ª rodada do Brasileirão. Nem as mudanças na escalação adiantaram para mudar o ânimo de uma equipe que parecer ter perdido o rumo neste final de temporada. Resultado: derrota por 2 a 0 para os donos da casa e a vaga na Libertadores de 2020 cada vez mais longe.
D’Alessandro e Pottker saíram jogando em uma tentativa de povoar o meio e ganhar força de finalização na parte ofensiva. O Ceará, por sua vez, buscou jogar no campo do Inter e ter o domínio das ações.
Notícias sobre o Internacional são importantes para você?
Comandado por D’Alessandro no meio, Inter jogou mais nos contragolpes, mas buscou uma marcação alta na saída de bola cearense, procurando forçar o erro da defesa dos donos da casa. Aos 26, a melhor chance colorada na primeira etapa. Após erro da defesa, Patrick, dentro da área, soltou a bomba, mas o goleiro Diogo Silva impediu o gol gaúcho.
A partida se encaminhava para o intervalo com os gaúchos rondando perigosamente a área cearense, no entanto, quem marcou foram os nordestinos. Aos 41 minutos, Thiago galhardo recebeu cruzamento de Samuel Xavier e mandou para as redes de Danilo Fernandes.
O Colorado voltou para a etapa final tentando fazer uma blitz para cima do time de Adilson batista visando empatar o duelo cedo, coisa que por muito pouco não ocorreu logo aos 3 minutos, quando Patrick roubou a bola em uma cochilada da defesa adversária e Guerrero finalizou pela linha de fundo.
O Inter só não empatou aos 18 minutos porque o goleiro cearense fez um milagre em cabeçada de Bruno Silva na segunda trave após cruzamento de D’Ale pela direita e desvio no meio da área de Patrick.
O volume colorado fez com que os gaúchos dessem espaços atrás para o contra-ataque veloz dos cearenses, que ameaçaram o gol de Danilo Fernandes. O Inter, por sua vez, buscava o ataque desorganizadamente, mais na pressão do que na técnica ou na tática.
Assim, sem conseguir a igualdade, os visitantes foram punidos aos 42 minutos. Após ataque forte dos donos da casa, Lindoso afastou mal e a bola ficou no pé de Mateus Gonçalves que avançou e bateu no canto esquerdo de Danilo Fernandes para fazer o 2 a 0 e dar números finais ao confronto.
Ceará 2 x 0 Internacional
Diogo Silva; Samuel Xavier, Luiz Otávio (Brock), Valdo e João Lucas; William Oliveira (Pedro Ken), Fabinho, Ricardinho, Felipe Silva e Thiago Galhardo (Mateus Gonçalves); Bergson. Técnico: Adilson Batista.
Danilo Fernandes; Heitor, Bruno Fuchs, Cuesta e Uendel; Bruno Silva (Parede), Lindoso, D’Alessandro, Patrick e Pottker (Wellington Silva); Paolo Guerrero (Rafael Sobis). Técnico: Zé Ricardo.
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO).
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia