Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, quarta-feira, 06 de novembro de 2019.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Campeonato Brasileiro

Edição impressa de 06/11/2019. Alterada em 06/11 às 03h00min

Canal argentino confirma Eduardo Coudet no Inter a partir de janeiro

O argentino Eduardo Coudet, do Racing, será o treinador do Inter em 2020. A informação é do canal de televisão argentino TyC Sports. O técnico já teria assinado com o Colorado para assumir em janeiro. No entanto, a direção não confirma oficialmente o acerto.
O argentino Eduardo Coudet, do Racing, será o treinador do Inter em 2020. A informação é do canal de televisão argentino TyC Sports. O técnico já teria assinado com o Colorado para assumir em janeiro. No entanto, a direção não confirma oficialmente o acerto.
Em outubro, os dirigentes do Inter viajaram a Buenos Aires para se reunir com o treinador. Naquela oportunidade, Coudet recusou o convite para deixar o Racing de imediato, mas avisou que poderia ocorrer em 2020. Por isso, Zé Ricardo foi chamado para um contrato tampão até o final do Brasileirão.
Enquanto isso, o novo comandante tem ausências importantes para a partida de amanhã, às 19h30min, diante do Ceará, em Fortaleza. Além do goleiro Marcelo Lomba, expulso no clássico Grenal, Zé Ricardo não terá Edenilson e Nico López, suspensos. Ontem, o treino foi fechado no Beira-Rio, antes da viagem para o Nordeste. Danilo Fernandes e Patrick devem entrar no time, que treina hoje no CT do Fortaleza, na capital cearense.
Já Heitor retorna à lateral-direita, após cumprir suspensão. No lado esquerdo, com a lesão no quadril de Zeca, Uendel deve seguir no time. A dúvida é se D'Alessandro inicia o confronto entre os titulares ou se Neílton será mantido.
Na noite de segunda-feira, o Conselho Deliberativo do Inter aprovou algumas alterações no estatuto do clube. A principal é referente ao tempo de mandato do presidente, passando dos atuais dois anos para três a partir da próxima eleição. Além disso, há a possibilidade de que três chapas passem para o segundo turno e que o tempo do mandato do conselho deliberativo passe de quatro anos para seis. As alterações ainda precisam ser aprovadas pelos associados em assembleia geral, em dezembro.
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia