Comentar

Seu comentário está sujeito a moderação. Não serão aceitos comentários com ofensas pessoais, bem como usar o espaço para divulgar produtos, sites e serviços. Para sua segurança serão bloqueados comentários com números de telefone e e-mail.

500 caracteres restantes
Corrigir

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Porto Alegre, domingo, 13 de outubro de 2019.
Dia do fisioterapeuta e do terapeuta ocupacional.

Jornal do Comércio

Esportes

COMENTAR | CORRIGIR

Seleção Brasileira

13/10/2019 - 17h55min. Alterada em 13/10 às 17h55min

CBF confirma amistosos com Coreia do Sul e Argentina em novembro

Everton Cebolinha, do Grêmio, foi convocado para os dois jogos recentes

Everton Cebolinha, do Grêmio, foi convocado para os dois jogos recentes


ROSLAN RAHMAN/AFP/JC
Após o empate da seleção brasileira com a Nigéria, a CBF confirmou neste domingo (13) o amistoso com a Coreia do Sul em novembro. No mesmo mês, o Brasil vai encarar a Argentina, em confronto que já havia sido oficializado pela entidade.
Após o empate da seleção brasileira com a Nigéria, a CBF confirmou neste domingo (13) o amistoso com a Coreia do Sul em novembro. No mesmo mês, o Brasil vai encarar a Argentina, em confronto que já havia sido oficializado pela entidade.
Nas datas Fifa do próximo mês, o amistoso com o rival sul-americano será disputado no dia 15, em Riad, na Arábia Saudita. E o duelo com o adversário asiático foi agendado para o dia 19, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos. Este será o último jogo da seleção brasileira no ano, marcado pela conquista da Copa América, em solo nacional.
Neste domingo, o Brasil encerrou a data Fifa de outubro com dois empates. Nos dois amistosos, contra Senegal e Nigéria, o placar foi de 1 a 1. Ambos os jogos foram disputados em Cingapura.
Apesar das críticas de que a seleção não vem enfrentando rivais mais poderosos, como os europeus, a CBF argumenta que o time, em novembro, chegará a seis jogos consecutivos contra adversários que estiveram na Copa do Mundo do ano passado, na Rússia.
A sequência de amistosos no período pós Copa América, em que o Brasil ainda não venceu, serve de preparação para o técnico Tite formar a equipe que deverá defender o País nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, a partir de 2020.
Estadão Conteúdo
COMENTAR | CORRIGIR
Comentários
Seja o primeiro a comentar esta notícia