Porto Alegre, sábado, 25 de julho de 2020.
Dia do Escritor. Dia do Motorista .

Jornal do Comércio

Porto Alegre,
sábado, 25 de julho de 2020.
Corrigir texto

Se você encontrou algum erro nesta notícia, por favor preencha o formulário abaixo e clique em enviar. Este formulário destina-se somente à comunicação de erros.

Campeonato Brasileiro

- Publicada em 03h04min, 27/09/2019. Atualizada em 03h00min, 27/09/2019.

No Beira-Rio, Inter busca vitória sobre o Palmeiras para seguir no G-4

Expulso contra o Flamengo, Guerrero corre risco de pegar gancho maior

Expulso contra o Flamengo, Guerrero corre risco de pegar gancho maior


RICARDO DUARTE/INTER/DIVULGAÇÃO/JC

Embora ainda estejam de cabeça quente após a partida contra o Flamengo, na quarta-feira, os jogadores do Inter precisarão retomar o foco para evitar que o tropeço no Maracanã prejudique o desempenho no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16h, o time comandado por Odair Hellmann enfrenta o Palmeiras, vice-líder da competição. Uma vitória é essencial para que o Colorado permaneça no G-4 ao final da 22ª rodada.

Embora ainda estejam de cabeça quente após a partida contra o Flamengo, na quarta-feira, os jogadores do Inter precisarão retomar o foco para evitar que o tropeço no Maracanã prejudique o desempenho no Campeonato Brasileiro. Neste domingo, às 16h, o time comandado por Odair Hellmann enfrenta o Palmeiras, vice-líder da competição. Uma vitória é essencial para que o Colorado permaneça no G-4 ao final da 22ª rodada.

Para o confronto com o Verdão, Odair não contará com o zagueiro Rodrigo Moledo, lesionado, além do centroavante Paolo Guerrero e o lateral-direito Bruno, expulsos na derrota por 3 a 1 para os cariocas. A fúria do peruano, aliás, pode virar um grande gancho para o atacante. Irritado após choque de cabeça com zagueiro Rodrigo Caio que provocou um corte em seu supercílio, Guerrero partiu para cima da arbitragem. Na súmula, o juiz Luiz Flávio de Oliveira relatou xingamentos em inglês ("fuck you, fuck you, fuck you") e o dedo "médio em riste" contra o quarto árbitro, Grazianni Maciel Rocha.

O lance foi o ponto alto das reclamações de Guerrero contra seu ex-time. Muito irritado, o artilheiro já havia esbravejado muito pedindo um pênalti de Rodrigo Caio, alegando que foi deslocado no momento da finalização.

Não foi somente o peruano que saiu do Maracanã esbravejando contra a arbitragem. O vice-presidente de futebol Roberto Melo e o técnico Odair Hellmann deixaram o estádio indignados com a não utilização do árbitro de vídeo em pelo menos três lances.

O grupo colorado folgou nesta quinta-feira e se reapresenta nesta sexta. No sábado, ocorre a última atividade antes da partida contra o Palmeiras, em que Odair definirá a escalação. Zeca e Rafael Sobis devem ser os substitutos de Bruno e Guerrero. Como Klaus entrou no lugar de Moledo, a tendência é de que seja mantido na defesa, mas Bruno Fuchs também está no páreo.

Comentários CORRIGIR TEXTO